Presidente do Sport explica as razões para a desfiliação da Liga do Nordeste

0
589

O presidente do Sport, Arnaldo Barros, explicou as razões que fizeram o Clube formalizar a sua desfiliação da Liga do Nordeste no último dia 30. De acordo com o mandatário do Leão, a decisão de não disputar mais a Copa do Nordeste tem dois motivos básicos: a busca por um torneio mais rentável financeiramente e com um calendário “mais humanizado”. No fim, o presidente fez questão de acalmar os ânimos da torcida.

“Para acalmar os rubro-negros, quero dizer o seguinte: o Pernambucano vai existir, é um compromisso legal. Esperamos que melhore e vamos trabalhar para que tenha uma formatação realmente interessante e não como foi… Para a Copa do Nordeste, nós buscaremos outras formas de competição durante esse período. Vamos usar essas datas. O que nós queremos são competições rentáveis e saudáveis para os atletas. Insisto nisso”, disse Arnaldo.

As explicações do Sport foram dadas durante coletiva de imprensa realizada na tarde desta segunda-feira. Além do presidente Arnaldo Barros, estiveram presentes o vice-executivo e de futebol do Leão, Gustavo Dubeux, e o diretor de futebol Rodrigo Barros. Também participaram representantes do Náutico, outro clube a se desligar da Liga do Nordeste, e o presidente da Federação Pernambucana de Futebol, Evandro Carvalho.

Sobre o futuro, Arnaldo Barros disse que os clubes têm tempo para encontrar a melhor solução. “O próximo passo, eu vou aqui evocar Ulisses Guimarães: ‘deixemos as espumas se chocarem um pouco mais’. Vamos aguardar. Nós tomamos a nossa iniciativa, já nos manifestamos, o que é que queremos. O que a gente tem agora é tempo pela frente para trabalhar no sentido de organizar uma competição com aqueles dissidentes que queiram se juntar. O que nós queremos é ter competições rentáveis e saudáveis para os atletas”, completou.

SPORT CLUB RECIFE

Compartilhe