Presos que estavam na gaiolão de Barra do Corda são transferidos para três municípios

0
1746

A Secretaria de Administração Penitenciária (Seap) transferiu neste sábado (21) os 12 presos que estavam na Delegacia de Polícia de Barra do Corda, onde no dia 09 deste mês o comerciante Francisco Ediney morreu após ter sido submetido a maus tratos numa jaula que ficava no pátio interno do presídio.

Segundo a Seap, os detentos foram levados para as unidades penitenciárias de Codó, Colinas e São Luís.Na próxima semana, a Seap vai assumir as carceragens das delegacias de Tutóia, Carolina, São João dos Patos, Colinas e  Barra do Corda.

Em nota distribuída à imprensa, a Secretaria informa que desde 2015 vem trabalhando para transformar carceragens de delegacias em unidades prisionais, como já ocorreu em Cururupu, Carutapera, Governador Nunes Freire, Grajaú, Presidente Dutra e Zé Doca.

“Além disso, já foram construídos e/ou reformados 18 prédios da Polícia Civil com o objetivo de melhorar a estrutura precária acumulada nas décadas passadas. No momento, outros dez prédios estão em obra de construção ou reforma”, acrescenta.

A Seap diz que “a meta é recuperar até o fim deste ano, um total de 36 órgãos da Secretaria de Segurança Pública. A previsão é que sejam feitas melhorias em mais de 40 delegacias até 2018”.

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação