Jogos da principal competição do vôlei nacional terá homenagem a Pelé

35

Competição terá um minuto de silêncio em todos os jogos

Pelé foi referência para todos os apaixonados por esporte. Seu reino era nos gramados, mas sua influência se espalhou por quadras, piscinas, ginásios. No retorno da Superliga 1XBET 22/23 após o recesso de fim de ano, a Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) homenageia o Atleta do Século, que morreu no dia 29 de dezembro, com um minuto de silêncio antes dos jogos da primeira rodada do returno da competição masculina e da 11ª rodada do turno feminino. O primeiro confronto de 2023 acontece nesta quinta-feira (05.01). Em Belo Horizonte (MG), o Itambé/Minas (MG) recebe o Brasília Vôlei (DF), às 21h30, na Arena Minas, com transmissão do sportv 2.

“Pele é referência para o mundo. Não o vi jogar, mas vi alguns vídeos e escutei muito sobre ele. Ele e Senna são os maiores atletas e personagens esportivos da nossa história. Sua história é inspiradora. Ficará para sempre em nossas lembranças”, diz o levantador William Arjona, capitão do Itambé/Minas.

“Meu pai era santista e cresci escutando as histórias do melhor jogador de futebol de todos os tempos. Acompanhei por vídeos e documentários tudo o que meu pai contava. O nome Pelé transcende o esportivo, o futebol está dividido em antes e depois dele. A 10 é usada pelos craques por causa dele, jogadas foram nomeadas porque ele fez primeiro. Porém o mais importante é o seu legado de humildade e amor pelo nosso país. Defendeu nossas cores, nosso país e levou esperança para todos”, completa o oposto Renato, do Brasília Vôlei.

No domingo (08), Abel Moda Vôlei (SC) e Barueri Volleyball Club (SP) abrem a 11ª rodada do turno feminino, às 16h, no Centro Esportivo de Brusque (SC), com transmissão exclusiva do Canal Vôlei Brasil.

“Pelé foi o maior ícone que já tivemos. O Atleta do Século era brasileiro e tivemos a felicidade de disfrutar bastante de seu legado”, diz José Roberto Guimarães, técnico do Barueri.

“Ele foi influência em todas as crianças. Todo mundo já imitou o Pelé em algum momento, brincando de futebol, dando soco no ar. Isso desperta o prazer pelo esporte. O ídolo é o primeiro estímulo para começar em uma modalidade esportiva, e o Pelé foi o maior de todos. Foi quem me incentivou a enxergar o esporte de maneira diferente, como uma carreira”, conta Maurício Thomas, técnico do time catarinense.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui