Procurador-geral é homenageado na Universidade Federal com Medalha Sousândrade

28

Distinção é para quem contribui para fortalecer universidade

O procurador-geral de justiça, Eduardo Nicolau, recebeu na última sexta-feira (14), a Medalha Sousândrade do Mérito Universitário, outorgada pela Universidade Federal do Maranhão (UFMA). A distinção homenageia personalidades da sociedade civil que tenham contribuído de forma significativa para o engrandecimento da .

A solenidade, presidida pelo reitor Natalino Salgado, foi realizada no auditório do Palácio Cristo Rei, no Centro de São Luís. No total, foram homenageadas 15 personalidades.

Instituída pelo Conselho Universitário (Consun), em 22 de setembro de 1981, a Medalha Sousândrade é conferida para profissionais que tenham trabalhado pela Instituição e que contribuíram de forma significativa na estruturação, funcionamento e projeção da universidade ao longo da sua existência. A medalha também é concedida a personalidades que, embora não atuem na Universidade, trabalharam em prol da educação e da cultura do Maranhão.

A medalha leva esse nome devido à figura de Joaquim de Sousa Andrade, publicamente conhecido por Sousândrade, um dos maiores poetas românticos do Brasil. Sousândrade foi presidente do primeiro Conselho Municipal de São Luís, criou escolas municipais mistas e noturnas da cidade, idealizou a bandeira do estado e foi um dos primeiros intelectuais que tentou instituir uma universidade no Maranhão.

Eduardo Nicolau, que chegou acompanhado da mãe e de familiares, declarou sentir-se honrado com a homenagem da UFMA e acrescentou que compreende a educação como a base do desenvolvimento do Estado Democrático de Direito e que também é um admirador e incentivador da cultura do nosso Estado.

“Recebo essa honrosa comenda como reconhecimento a uma vida inteira de dedicação ao trabalho, e como um incremento da minha responsabilidade em aprofundar meus esforços, para assegurar a efetividade dos direitos humanos, com destaque para a educação, que, hoje em dia, se mostra mais necessária do que nunca”, destacou

Eduardo Nicolau com a mãe, Jaqueline, o irmão Antônio Hiluy, a cunha L[idia e os sobrinhos Samir e Samira
.O reitor Natalino Salgado saudou todos os homenageados, enfatizando a contribuição deles para a educação e a cultura maranhenses. A professora Sonia Pereira Mugschl, que falou em nome dos homenageados, agradeceu a honraria e fez reverências à contribuição de Sousândrade para as lutas abolicionistas e em favor da liberdade no Brasil.

Os agraciados – Além do procurador-geral de justiça, Eduardo Nicolau, foram agraciados com a Medalha Sousândrade o secretário do Tribunal de Contas da União no Maranhão, Alexandre Caminha Walraven; a professora Enide Moreira Lima Jorge Dino; o presidente do Tribunal Regional do Trabalho do Maranhão, Francisco de Carvalho Neto; o presidente da Academia Maranhense de Ciências, professor Henrique Costa do Amaral; o presidente do Tribunal de Contas do Estado do Maranhão, Washigton Luiz Oliveira; o presidente da Academia Maranhense de Medicina, José Márcio Soares Leite; o presidente da Academia Maranhense de Letras, desembargador Lourival Serejo; a reitora da Uemasul, Lucilea Ferreira Lopes Gonçalves; o presidente do Tribunal de Justiça do Maranhão, Paulo Sergio Velten Pereira; o presidente da Empresa Pacotilha, editora de O Imparcial, Pedro Batista Freire; o diretor de redação de O Imparcial, Raimundo Nonato Borges; o juiz federal Roberto Carvalho Veloso; a professora, poetisa e membro da Academia Maranhense de Letras, Sonia Correa Pereira Mugschl; e o desembargador federal do TRT-MA, James Magno Araújo Farias.