Produção agrícola do Maranhão tem recuo de 2,2%, segundo estimativa de safra da Conab

0
552

A última estimativa da safra nacional de grãos, divulgada semana passada pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) aponta para novo recorde e chega a 206,3 milhões de toneladas. O aumento é de 6,6% ou 12,7 milhões acima da obtida na safra 2013/14, quando alcançou 193,62 milhões de toneladas. Os números são do 10º levantamento, divulgado pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) nesta quinta-feira (9).

No Maranhão, no entanto, haverá uma queda 2,2%, pois na safra 203/14 foram colhidas 4.300,6 milhões de toneladas e este ano serão 4.206,3 milhões de toneladas. A Conab também informa que houve queda de 3,5% na área plantada, no Estado,  saindo 1.769,1 milhão de hectares para 1.706,3 milhão de hectares, mas houve um aumento de 1,4% na produtividade, que era 2.431 quilos por hectare e subiu para 2.465 quilos por hectare.

Quanto aos números da produção nacional, houve um aumento de 1,8 milhão de toneladas sobre o levantamento do mês passado, acréscimo que se deve ao ganho na produtividade do milho segunda safra que chegará a 51,5 milhões de t e ganho de 6,5% a mais que em 2013/2014. A produção de soja deve alcançar 96,2 milhões de toneladas, com 11,7% a mais que as 86,1 milhões da safra anterior.

A previsão é de 57,5 milhões de hectares, com correção nas culturas de inverno e feijão terceira safra frente ao último levantamento. Para as áreas dessas culturas, cujo plantio continua em andamento, ainda não há definição do total plantado. Já a evolução do cultivo de verão de primeira e segunda safras foi toda analisada pela pesquisa.

A área de plantio das principais culturas é 0,8% maior que o da safra 2013/14, com um aumento de 457,7 mil ha. A da soja, por exemplo, tem crescimento de 5,8% ou 1,7 milhão de hectares a mais que a área anterior, assim como o milho segunda safra, com acréscimo de 3,3% (299,4 mil ha). A área total da soja é de 31,9 milhões de hectares e a do milho segunda safra, 9,5 milhões.

Os dados foram atualizados entre os dias 22 e 26 de junho, com informações de área plantada, produção e produtividade média estimadas, evolução do desenvolvimento das culturas, pacote tecnológico utilizado pelos produtores, além de evolução da colheita e outras variáveis. (Atualizado às 12:45)

Compartilhe
Aquiles Emir
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação