Projeto de novo porto no Maranhão, em Alcântara, é apresentador a embaixador português na Fiema

251

Encontro visa a fortalecer parcerias entre Brasil e Portugal

A secretária de Estado das Comunidades Portuguesas, Berta Nunes,  e o embaixador de Portugal no Brasil, Luís Faro Ramos, participaram nesta segunda-feira (18) de um encontro com a classe empresarial na Federação das Indústrias do Maranhão (Fiema). Na oportunidade, foi detalhado o projeto para construção de um novo porto no Maranhão, no município de Alcântara.

O objetivo da visita foi o fortalecimento de futuras parcerias institucionais, além de dar visibilidade e força para futuros projetos de interesse mútuo, assim como agregar conquistas de possíveis parceiros técnicos, além de atrair projetos comerciais e institucionais entre a indústria maranhense e de Portugal.

Na oportunidade, o empresário português radicado no Maranhão Paulo Salvador, que é diretor da Grão Pará Multimodal, fez explanação sobre o projeto do Terminal Portuário de Alcântara, nova alternativa de logística para produção do agronegócio. Além do porto, a empresa é concessionária de uma ferrovia entre Alcântara e Açailândia.

O diretor institucional da Empresa Maranhense de Administração Portuária (Emap), José Reinaldo Tavares, falou a comitiva sobre as potencialidades e atrativos do estado, entre eles o a instalação de novos projetos portuários em nosso estado.

Parceria – “Nós temos uma história grande que nos une. Agora com essa visita à classe industrial maranhense poderemos estreitar os nossos laços e aquecer essa nossa relação e interação para juntos criamos bons negócios”, destacou o diretor da Fiema Alexandre Ataíde, que representou o presidente Edilson Baldez.

“Queremos ouvir a classe produtora maranhense e gostaríamos de saber das empresas de Portugal instaladas no Maranhão. Precisamos ter uma maior aproximação para que essas empresas possam fazer parcerias com as empresas maranhenses. Essa nossa presença aqui significa também uma disponibilidade para fazer ligações, criar redes, estreitar laços e partilhamos informações que podem surgir novas ideias”, enfatizou a Secretária de Estado das Comunidades Portuguesas, Berta Nunes.

O embaixador Luís Faro Ramos destacou que as unidades e empresas portuguesas instaladas no Brasil, algumas investindo em exportação e importação e outras em outras modalidades de negócios. “E para isso temos que olhar para todas as possibilidades existentes. Proponho organizarmos uma videoconferência para nos conhecermos melhor e possamos avaliar as potencialidades do Brasil”, destacou.  

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui