PSG goleia Barcelona no jogo de ida da segunda fase da Champion League

0
121

Partida de volta será no mês de março em Paris, capital da França

O Barcelona de Lionel Messi foi derrotado nesta terça-feira (16) pelo Paris Saint Germain, que goleou por 4 a 1, no Camp Nou, em Barcelona (Espanha), no jogo de ida da segunda fase da Champion League. A revanche será dia 10 de março, no Parc des Princes, em Paris (França).

Os gols do PSG foram marcados por Kylian Mbappé (31m. PT; 19 e 40m. ST) e Moise Kean (24m, ST), depois que o Barcelona aproveitou um pênalti convertido por Messi (27m. PT). O PSG não teve o argentino Ángel Di María nem o seu maior astro, o brasileiro Neymar.

A partida teve um caráter especial porque o Barcelona, ​​depois de ter sido eliminado nas últimas cinco temporadas e com a derrota máxima sofrida em sua história por 8 a 2 contra o Bayern de Munique nas quartas de final da temporada passada, saiu em busca de reabilitação nesta competição, aquela ele não poderia encontrar sendo humilhado novamente.

Já o PSG caiu por 1-0 na final frente à mesma equipa alemã, pelo que agora vinha com a pretensão de um resultado positivo a fim de dar o primeiro passo para as quartas de final e ter continuidade ao sonho de conquistar a sua primeira Champions League. 

Além disso, os franceses procuravam vingança do último confronto com o Barça, na temporada 2016/17, quando, também pelas oitavas de final, foram eliminados por 6 a 1 na cidade catalã após terem vencido por 4 a 0 na ida, em Paris.

Somam-se a isso, o grande interesse do PSG em levar no próximo mês de julho a maior joia dos catalães, Messi, após o fim do vínculo com os ‘azulgrana’.

Com esses temperos, desenvolveram-se as ações intensas e divertidas, que se emocionaram a partir do momento em que a equipe local aproveitou o pênalti convertido por Messi (27. PT), com um chute do ângulo esquerdo do gol de Sergio.

A sanção ficou a dever-se a uma falta de Layvin Kurzawa sobre um desarme de Frenkie de Jong e que a essa altura justificou a diferença, já que a equipa do holandês Ronald Koeman mostrou ligeira superioridade sobre a de Pochettino.

Depois que Mbappé colocou a sua marca com o empate, o trabalho do Barcelona foi se derretendo ante o crescimento do adversário parisiense, o que o fez voltar a mostrar o funcionamento irregular nesta temporada à formação comandada por ‘Leo’ Messi, um dos poucos que conseguiu salvar de crítica desta vez.

(Da Agência Télam, da Argentina e foto do Twitter do PSG)

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação