Para candidato a governador pelo PSTU, basta de só ricos governarem

0
693

O PSTU foi o primeiro partido a oficializar seus candidatos a governador, senador e deputados (federal e estadual). Na convenção de quinta-feira (26) da semana passada foi lançada uma chapa puro sangue, com Ramon Zapata candidato a governador, tendo como vice, Nicinha Durans.

Além da candidatura ao governo, foi definida as candidaturas de Preta Lu e Saulo Arcangeli para as duas vagas ao Senado e uma chapa de deputados estaduais e federais. A escolha foi feita por aclamação pelos filiados ao partido presentes no auditório do Curso de História da UEMA no Centro Histórico de São Luís.

“Para nós, basta dos ricos e poderosos governarem. É preciso construir um governo socialista dos trabalhadores formado por conselhos populares para resolver os problemas de desemprego, educação, saúde e saneamento básico”, destacou Zapata.

De acordo com o candidato a governador, o seu plano de governo prevê como medida emergencial um plano de obras públicas para combater os altos índices de desemprego e proporcionar a construção de escolas, hospitais, moradias e a universalização do saneamento básico. Os recursos financeiros viriam, principalmente, da rediscussão do pagamento da dívida pública.

Para a disputar proporcional, o PSTU terá dois candidatos a deputado estadual – Heliomar Barreto e Conceição – e dois a federal – Kátia Ribeiro e Domingos Filho. O partido decidiu que não fará nenhuma coligação para a disputa das eleições estaduais.

Compartilhe
Aquiles Emir
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação