PT antecipa parte da artilharia para destruir Bolsonaro no segundo turno

0
808

Diante do risco de perder a eleição logo neste domingo (07), a campanha do candidato do PT à Presidência da República, Fernando Haddad, antecipou parte da munição que está preparada para ser descarregada contra Jair Bolsonaro (PSL) no segundo turno. A peça critica o presidenciável do PSL por seus posicionamentos em votações na Câmara dos Deputados.

“O único deputado que votou contra o Fundo de Combate a Pobreza. Votou contra a valorização do salário mínimo, votou contra o direito dos trabalhadores na reforma trabalhista de Temer. Mas quando foi para aumentar o próprio salário, ele vota a favor”, diz o narrador na inserção de 30 segundos do PT.

O próprio Haddad se encarregou de postar críticas ao adversário em sua conta no Twitter. “Tem gente que diz que é o novo na política, mas está há décadas no Congresso aprovando projetos contra o interesse do povo brasileiro. Não troque o certo pelo duvidoso”, escreveu o petista.

A artilharia do PT mostra uma mudança na estratégia de campanha, o petista tinha adotado a característica de não rebater os ataques feitos pelos seus concorrentes na disputa pelo Palácio do Planalto.

Nesta 4ª ele anunciou 1 canal de comunicação de sua campanha presidencial na qual são recebidas, através do WhatsApp, denúncias de notícias falsas. Na ocasião disse  que a campanha de Bolsonaro está “agindo muito fortemente com fake news” contra a sua família e contra sua atuação como ministro da Educação.

Em ato de campanha no Rio de Janeiro nesta 3ª (2.out.2018) esta mudança de tom também foi percebida. Na cidade de Duque de Caxias Haddad disse que Bolsonaro precisa de tratamento psicológico.

(Com dados do Poder360)

Assista ao vídeo do PT contra Bolsonaro:

 

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação