Renato Gaúcho sempre sonhou ser do Flamengo, mas time só o suportou por 38 partidas

0
142

Auxiliar Maurício Souza fica no comando até fim do ano

No dia 12 de julho, quando foi apresentado como novo treinador do Flamengo, Renato Cotalupi, o Renato Gaúcho, não economizou nas palavras para falar de sua alegria por estar no clube onde sempre sonhou jogar e treinar. No último sábado (27), o sonho virou um pesadelo, ao ser derrotado pelo Palmeiras na final da Copa Libertadores da América, em jogo realizado na cidade de Montevidéu (Uruguai), e nesta segunda-feira (29), depois de completados 38 jogos à frente do clube.

“É um prazer estar aqui com essa oportunidade para treinar esse grande clube. Há uns três anos, eu falei que tinha esse sonho, e estou realizando. Todo treinador tem de pensar grande e alto. Treinar o Flamengo é a mesma coisa que treinar a Seleção Brasileira”, declarou, achando o máximo da vida ter chegado ao rubro negro carioca.

Ele fez ainda uma revelação do desejo que teve como jogador e depois como técnico: ser fo Flamengo.

Renato Gaúcho Flamengo

“Eu, quando jogava pelo Grêmio, tinha um sonho de jogar pelo Flamengo, no Maracanã, ao lado do meu grande ídolo, o Zico. Em 87, eu realizei esse sonho. Como jogador, realizei o sonho. E como treinador vou fazer de tudo”, completou.

No início da tarde, o clube anunciou a saída do treinador “após conversa entre as partes” e que o auxiliar Maurício Souza será responsável pelo time profissional até o fim do Campeonato Brasileiro.
Flamengo @Flamengo

Desempenho – Impressiona a intolerância dos dirigentes e torcedores, pois das 38 partidas que Renato dirigiu 38 jogos, venceu 25 vitórias, empatou oito empates e sofreu cinco derrotas, ou seja, um aproveitamento de 72,8%, mas  não ergueu taças pela equipe carioca, que tem chances somente matemáticas de vencer o Campeonato Brasileiro, foi eliminada nas semifinais da Copa do Brasil para o Athletico-PR e perdeu a decisão da Libertadores para o Palmeiras, no último sábado (27).

Os primeiros momentos de Renato no Flamengo foram marcados por goleadas e sequências históricas. As vitórias nos sete primeiros jogos o fizeram alcançar o melhor começo de um trabalho no Rubro-Negro em 84 anos. O aproveitamento de quase 90%, atingido após derrotar o Grêmio por 2 a 0, no jogo de volta do confronto pelas quartas de final da Copa do Brasil, isolaram-no como treinador com início mais promissor no clube.

https://twitter.com/Flamengo/status/1464725405701652492?s=20

A queda de rendimento, porém, minou a confiança do torcedor, que vaiou Renato na derrota por 3 a 0 para o Athletico-PR, que custou a vaga na final da Copa do Brasil, e cantou o nome de Jorge Jesus, atualmente no Benfica (Portugal). Nas entrevistas coletivas, o treinador foi cobrado pela declaração dada em 2019, quando ainda dirigia Grêmio, de que o Flamengo tinha obrigação de ser campeão “por ter um investimento de R$ 200 milhões”.

Sem Renato e com Maurício Souza no comando, o Rubro-Negro volta a campo nesta terça-feira (30), às 20h (horário de Brasília), no Maracanã, no Rio de Janeiro, contra o Ceará, pela 36ª rodada do Brasileiro.

(Com informações da Agência Brasil)

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação