Renda da despedida do Brasil das eliminatórias supera a marca de R$ 15 milhões

0
536

O Allianz Parque foi palco de uma noite histórica nesta terça-feira (10). O duelo entre Brasil e Chile, válido pela última rodada das Eliminatórias da Copa do Mundo FIFA Rússia 2018, registrou a maior arrecadação que uma partida de futebol no país já viu. O confronto vencido pela Canarinho pelo placar de 3 a 0, teve uma renda de R$ 15.118.391,02 milhões, com 41.008 pagantes.

Para alcançar o recorde, a partida diante dos chilenos superou a final da Copa Libertadores da América de 2013, conquistada pelo Atlético Mineiro diante dos paraguaios do Olímpia, no Mineirão. A decisão continental teve 56.557 pagantes e registrou uma renda de R$ 14.176.146,00.

Agora, a Seleção Brasileira aparece também com a terceira e quarta maiores rendas do futebol no país. Em novembro do ano passado, 53.490 pessoas pagaram para ver o triunfo sobre a Argentina no Mineirão, por 3 a 0, rendendo um total de R$ 12.726.250,00. Na quarta colocação está o duelo diante do Paraguai, na Arena Corinthians, em São Paulo, com uma renda de R$ 12.323.925,00, e 44.378 pagantes.

Camarote –  O presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Marco Polo Del Nero, recebeu no jogo da Seleção Brasileira contra o Chile, no Allianz Parque, em São Paulo, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo da Rússia, a presidente chilena Michelle Bachelet,

Também estiveram presentes o presidente da Conmebol, Alejandro Rodriguez, o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, o diretor da CBF, Vicente Cândido, e o senador Andrés Sanchez.

O grupo assistiu a um espetáculo da Seleção Brasileira, que venceu por 3 a 0, com dois gols de Jesus e Paulinho, e eliminou o Chile.

(Da CBF com fotos de Lucas Figueiredo)

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação