River e Boca decidem neste domingo Libertadores em jogo adiado por tumulto neste sábado

0
467

River Plate e Boca Juniors disputam o título da Conmebol Libertadores de 2018 neste domingo (25), às 18:00 locais, no Monumental de Nuñes. O jogo seria realizado neste sábado (24), mas foi suspenso depois que torcedores do Ríver atacaram o ônibus que levava a equipe do Boca.

Dois jogadores – Pablo Pérez y Gonzalo Lamardo – foram atingidos por estilhaços dos vidros e levados a uma clínica, onde foram observados por um oftalmologista, já que tinham ferimentos nos olhos. Outros jogadores sofreram crise de vômito no vestiários, por causa do efeito de gás de pimenta usado pela polícia para dispersar os arruaceiros.

As duas equipes mais populares da Argentina, que na partida de ida disputada na Bombonera empataram 2 a 2, se enfrentam pela primeira vez na final do torneio de clubes mais importante do continente, que terá a partir do ano que vem, uma final com jogo único.

Torcedores do River tumultuaram chegada dos adversários ao Mnumental de Nuñez

O treinador do River, Marcelo Gallardo, não poderá contar com um de seus atacantes titulares, o colombiano Rafael Borré, por acumulação de cartões amarelos. Ignacio Scocco, que costuma substitui-lo, também não está disponível, neste caso por lesão.

Gallardo analisa alinhar um time com cinco meio-campistas ou cinco defensores e um só atacante: Lucas Pratto. Ele terá de volta o meio-campista Leonardo Ponzio, que ficou de fora da partida de ida disputada na Bombonera sábado (10) deste mês.

Assim como no jogo de ida, Gallardo não poderá dar indicações por uma suspensão e seu lugar no banco será ocupado pelo segundo treinador: Matías Biscay.

Pelo lado do Boca, que na quinta-feira (22) à tarde, abriu a Bombonera para milhares de fãs assistissem a prévia desta partida tão importante, o atacante Cristian Pavón, que na ida foi substituído por lesão, aos 26 minutos, não se recuperou e está praticamente descartado, mas o treinador Guillermo Barros Schelotto o incluiu entre os convocados.

O meio-campista colombiano Edwin Cardona e os atacantes Carlos Tevez, Mauro Zárate e Darío Benedetto lutam por seu lugar na formação titular.

Ademais, o goleiro Esteban Andrada se recuperou da lesão e provavelmente substituirá Agustín Rossi.

(Com dados da Conmebol)

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação