Para Roberto Rocha, piadas com Fufuca são preconceito contra nordestinos

0
869

O senador Roberto Rocha (PSB-MA) manifestou em Plenário, nesta quinta-feira (31), sua solidariedade ao  presidente interino da Câmara dos Deputados, André Fufuca (PP-MA), pelas piadas de que tem sido alvo desde que substituiu o titular Rodrigo Maia (DEM-RJ) no comando daquela Casa.

Roberto Rocha explicou que o “Fufuca” no nome do deputado é um “apelido carinhoso de família”, que lhe dá “um aspecto juvenil”. Ele lembrou que o deputado de 28 anos, que é médico, foi eleito deputado estadual com 21 anos, sendo o mais jovem do país.

“A presença do jovem parlamentar maranhense destampou a sanha preconceituosa que nós, nordestinos, estamos acostumados a sofrer na própria pele. Ninguém procurou ver a trajetória que levou o jovem a percorrer a espinhosa senda da política até alcançar o cargo que ocupa, legítima e merecidamente”, lamentou o senador.

Roberto Rocha citou ainda a atuação do deputado como presidente da Comissão de Assuntos Municipais e Desenvolvimento Regional e da Comissão de Saúde durante seu mandato na Assembleia Legislativa do Maranhão. Atuação que, em sua avaliação, o credenciou a conquistar os 56 mil votos que lhe assegurou uma vaga na Câmara dos Deputados.

Na Câmara, listou Roberto Rocha, Fufuca assumiu a relatoria da CPI da Máfia das Órteses e Próteses e também se tornou o mais jovem coordenador de bancada da história do Brasil – o que comprovaria sua capacidade de liderança.

“As tentativas de transformá-lo numa piada política não passam de manifestação preconceituosa. Antes mesmo de tomar qualquer decisão, o presidente interino da Câmara é julgado não pelo que fez ou deixou de fazer, mas simplesmente pela aparência de jovem, pela aparência de nordestino”, criticou.

(Agência Senado)

Compartilhe
Aquiles Emir
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação