Roberto Rocha será relator da CPI do BNDES instalada no Senado

0
518

O senador Roberto Rocha (PSB-MA) será o relator da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) instalada no Senado, quarta-feira (2), para investigar financiamentos feitos pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). O senador, que é um autor da proposta, diz que o objetivo é investigar possíveis irregularidades nos empréstimos concedidos pelo banco no âmbito do programa de globalização das companhias nacionais.

Na reunião de instalação da CPI, foram eleitos também, para presidente e vice-presidente do colegiado, os senadores Davi Alcolumbe (DEM-AP) e  Sérgio Petecào (PSD-AC), respectivamente.

A instalação da CPI contou com o apoio de 37 senadores, dez a mais do que o mínimo exigido pelo regimento. Em seu requerimento, o senador Roberto Rocha propôs atenção especial à linha de crédito para a internacionalização de empresas operada a partir de 2007, ainda no governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Foi essa linha de crédito que permitiu aos irmãos Batista, donos da JBS, internacionalizar suas operações por meio da compra de frigoríficos em diversos países, com destaque para os Estados Unidos.

Além de financiar as aquisições da JBS, o BNDES ainda comprou participação na empresa por meio da BNDESpar, uma subsidiária. Hoje, o banco detém 23% do capital da JBS. Após investigações, o Tribunal de Contas da União (TCU) estimou em R$ 711 milhões o prejuízo até aqui acumulado pelo BNDES com essa parceria.

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação