Roseana diz que Flávio Dino executa projetos pensados por ela

3
3741

AQUILES EMIR

Numa entrevista concedida ao portal Até Hoje, na qual admite que é pré-candidata ao Palácio dos Leões em 2018, a ex-governadora Roseana Sarney (PMDB) diz que os projetos executados pelo governador Flávio Dino (PCdoB) foram todos eles pensados pela sua administração. Outros projetos que ela criou foram extintos, causando sérios problemas aos mais pobres, como, por exemplo, o que isentava o pagamento da conta de luz dos pequenos consumidores e “dava mais qualidade de vida para quem ganha menos”.

Num dos trechos, ela diz que ao decidir se lançar para mais esta disputa é porque está convencida de que será vencedora, pois as pesquisas que dispõe todas indicam que seu nome está bem avaliado.

Roseana desmente que tenha havido qualquer atrito com o irmão Sarney Filho (ministro do Meio Ambiente e pré-candidato a senador). Segundo ela, o fato de os dois estarem numa disputa majoritária não cria nenhum embaraço, pois não haverá “nomeação e sim eleição”, ou seja, o povo é que vai escolher seus candidatos “e eu sei que ele será um bom senador e eu, já que sou pré-candidata, estou entrando para vencer”.

Ao fazer uma análise do que ocorreu no Maranhão depois da posse de Flávio Dino, em janeiro de 2015, Roseana diz que infelizmente fizeram os maranhenses sonhar com uma mudança que nunca ocorreu. Ela disse ainda que uma das principais marcas do seu sucessor é a perseguição, não apenas de políticos, mas de empresários e até de pessoas humildades.

“Eu nunca persegui pequeno produtor rural, nunca mandei multar quitandeiros (comerciantes de pequeno porte) e nem mandei tomar motocicletas de trabalhadores”, disse ela, numa referência à política fiscal do atual governo que tem aplicado multas severas com levantamentos de débitos antigos e apreensões de veículos em situação irregular.

Ao fazer uma análise da situação econômica do Maranhão, a ex-governadora disse que o crescimento do estado em 2016 foi de 0,4%, enquanto na sua época crescia de 4 a 5 por cento ao ano e houve período em que chegou até a 13%. Esse recuo na economia se deve ao fato de o Maranhão não vir atraindo empresas, não gerar empregos. Para Roseana, a única coisa que Flávio Dino fez foi trocar nomes dos programas que ela deixou, a fim de dar a ideia de que está fazendo algo de novo.

Roseana disse estar se preparando para uma grande batalha e espera que o eleitor faça, na eleição do próximo ano, uma comparação equilibrada e veja quem está melhor preparado para dirigir o estado a partir de 2019.

Compartilhe
Aquiles Emir
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação

3 COMENTÁRIOS

  1. Essa mulher com a família dela só fez piorar o nosso estado nos deixando na rabeira de todos os indicadores de desenvolvimento, acabou moça, família SARNAey nunca mais, vai contar mentiras em outro lugar.

  2. Tia rosinha eu até gosto de vc, mas desencarna do Maranhão. Os projetos todos eram seus e pq nunca os fez? Vc nunca perseguiu pobre e pq nunca fez nada para melhorar a vida deles? Seu pai chegou ao mais alto escalão da política e nada fez pelo estado, vivemos um atraso. Eu não votei em Dino, mas reconheço q tudo q está sendo feito no estado e muita na capital está sendo feito por ele; pq prefeito aqui não exite. Enfim o povo não acredita mais em balela, claro q ainda há muitos q se “vendem” por qlqr coisa. Vc pode se candidatar, claro! Mas tenho certeza q não será tão fácil p vc, o povo n é mais tão besta.

  3. Com essa possibilidade de Roseana ser candidata, quem ganha com isso é o povo do Maranhão, com o prestígio que tem junto as esferas do governo federal e sua experiência, Roseana terá chance de mudar esse quadro que vive o Maranhão, que agora só de muita mídia e nada mais, pinta um poste, faz uma grande propaganda, portanto voto nela, e torço pra ela voltar. …

Comments are closed.