Sampaio estreia na Série B do Campeonato Brasileiro com derrota para o Vitória em Salvador

0
138

Dia movimentado na Série B do Brasileirão 2020, neste sábado (8), dia de abertura da competição, mas o representante do Maranhão, Sampaio Corrêa, marcou sua estreia com derrota. Já América de Minas, Avaí, Cruzeiro, CSA, Juventude, Operário do Paraná e Vitória foram os que começaram vencendo seus respectivos duelos.

Mandando o jogo em seus domínios, no Barradão, em Salvador (BA), o Vitória levou a melhor na primeira etapa. O gol veio aos 18 minutos de jogo: Paulo Sérgio fez falta em Jordy Caicedo dentro da área. O árbitro assinalou o pênalti. Na cobrança, Thiago Carleto deslocou o goleiro Gustavo e abriu o placar em Salvador.

Com a vantagem no placar, o Leão passou a controlar mais o jogo na segunda etapa, enquanto o Sampaio tentava pressionar. Mas, no fim das contas, a defesa rubro-negra segurou a onda lá atrás e ajudou a garantir o triunfo baiano na primeira rodada da Série B.

Confira abaixo o resumo das partidas:

Com emoção nos minutos finais, Cruzeiro supera o Botafogo-SP por 2 a 1 no Mineirão
Com emoção nos minutos finais, Cruzeiro supera Botafogo por 2 a 1 no Mineirão (Gustavo Aleixo/Cruzeiro)

Cruzeiro 2 x 1 Botafogo-SP – Primeiro tempo zerado no Mineirão, em Belo Horizonte (MG), mas a segunda foi bem diferente. Na marca dos 17 minutos, Cáceres levantou na área e Cacá, sozinho, subiu lá no alto para cabecear e abrir o placar. E os minutos finais ainda foram de tirar o fôlego. Aos 40, o Botafogo-SP empatou com Tanque, pegando rebote de Fábio. Mas a resposta da Raposa foi rápida. Dois minutos depois, aos 42, Jean bateu rasteiro da entrada da área, no canto esquerdo do goleiro Darley, e confirmou o triunfo mineiro na estreia da Série B 2020.

Juventude 2 x 1 CRB – Vira-vira no Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul (RS). No duelo que abriu o sábado (8) de jogos válidos pela primeira rodada da Série B, entre Juventude e CRB-AL. A equipe alagoanasaiu na frente logo no primeiro minuto de jogo, com Léo Gamalho aproveitando de cabeça cruzamento feito por Erik. Aos 34, Renato Cajá chutou de fora da área, a bola desviou em Xandão no caminho e enganou Victor Souza: 1 a 1.  E a virada veio na etapa final aos 11 minutos, quando Breno Lopes recebeu livre na área e bateu na saída do goleiro, mudando o cenário do jogo e decretando o placar final no Sul.

Operário-PR 3 x 1 Figueirense  -No Germano Kruger, o Operário do Paraná bateu o Figueirense por 3 a 1. O primeiro gol saiu aos 37 minutos da etapa inicial: Julinho levantou bola na área e Douglas Coutinho arrematou de cabeça para o fundo da rede. Depois, já na segunda etapa, os donos da casa ampliaram logo aos dois minutos, quando Tomas Bastos cobrou falta. Mal deu tempo de o Figueira respirar e o Operário marcou o terceiro, aos 09, com Marcelo recebendo lindo passe de Tomas Bastos e completando para dentro. Mais tarde, na parte final do segundo tempo, o Figueira conseguiu diminuir: Luis Henrique cruzou na cabeça de Diego Gonçalves, que testou para o fundo das redes. Acontece que não restou mais tempo para a reação da equipe catarinense. 

Avaí derrotou o Náutico por 3 a 1 e estreou com o pé direito na Série B do Brasileirão 2020
Avaí derrotou o Náutico por 3 a 1 e estreou com o pé direito na Série B do Brasileirão 2020 (Créditos: Pierre Rosa/AGIF)

Avaí 3 x 1 Náutico – Na Ressacada, em Florianópolis (SC), o Avaí desceu para o intervalo com dois gols de vantagem. O primeiro nasceu aos 24, após Valdívia cobrar escanteio, Sallinas desviar de cabeça e Gastón completar para o gol. Depois, aos 39, o Leão da Ilha contou com a ajuda de Carlão para fazer o segundo: Valdívia bateu outro escanteio, a bola pegou na trave e depois em Carlão antes de morrer no fundo do gol do Timbu. Na etapa inicial, na marca dos 22, o Náutico diminuiu com Kieza, mas aos 48, Gastón decretou o placar de 3 a 1 na Ressacada.

Ponte Preta 0 x 1 América-MG  – O Coelho surpreendeu os donos da casa, e desceu para o intervalo em vantagem no placar. O gol foi nos minutos finais. Aos 42, de P~enalti. Na cobrança, João Paulo parou em defesa de Ivan, mas, no rebote, Dawha tentou cortar mas acabou mandando contra o próprio gol.

CSA-AL 1 x 0 Guarani  – Quem levou a melhor no primeiro tempo jogando em casa foi o CSA-AL. No Rei Pelé, em Maceió. Pressionando, o Azulão abriu o placar aos 16 minutos de jogo: Renatinho alçou bola na área, Alan Costa ajeitou e Geovane, sozinho, bateu para estufar as redes do goleiro Jefferson.

(Com informações da CBF)

Compartilhe
Aquiles Emir
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação