Sampaio perde a terceira e continua na lanterna da Série B do Campeonato Brasileiro

0
160

O Sampaio sofreu, na manhã deste domingo (16), a terceira derrota na sua participação na Série B do Brasileirão. Na Arena Condá, em Chapecó(SC) por 1 a 0 e continua na lanterna da competição, pois ainda não pontuou.

O único gol da partida saiu nos primeiros minutos, numa falha da defesa do Sampaio, mas os donos da casa ainda desperdiçaram um pênalti com Alan Ruschel.

Com a vitória, a Chapecoense chegou a quatro pontos e ocupa a sexta colocação já se aproximando da briga por uma vaga dentro da zona de acesso para a Série A.

Além do Sampaio, apenas o Cruzeiro não pontuou, mesmo vencendo duas partidas, mas começou a competição com seis pontos a menos devido a uma punição da Fifa.

O jogo – Logo na primeira chance que teve, a Chapecoense já abriu o placar. Aos cinco minutos, o Sampaio Corrêa saiu jogando errado, Paulinho Moccelin recuperou a bola dentro da área e serviu Aylon, que só tocou para o gol vazio e abriu o placar.

O Sampaio Corrêa passou a pressionar em busca do gol de empate e foi quem mais criou lances de perigo até o intervalo. O goleiro João Ricardo foi bastante exigido para garantir a vantagem da Chapecoense e contou com a sorte em lindo chute de Gustavo Ramos de fora da área que acertou a trave.

No início do segundo tempo, a Chapecoense teve a grande chance de ampliar em cobrança de pênalti. A bola tocou no braço de Vini Locatelli e o árbitro paraense Andrey da Silva e Silva botou a bola na marca do cal, mas na cobrança, Alan Ruschel parou na defesa do goleiro Gustavo.

A defesa do pênalti deu novo ânimo ao Sampaio, que seguiu em busca do empate, mas não conseguiu mais pressionar. Bem postada, a Chapecoense manteve a posse de bola e administrou a vantagem até o apito final, garantindo a primeira vitória na Série B de 2020.

Sampaio Corrêa volta a campo na próxima quarta-feira, quando recebe o Figueirense, no Castelão, em São Luís (MA), pela quarta rodada da Série B. Na quinta-feira, a Chapecoense visita o Cruzeiro, no Mineirão, em Belo Horizonte (MG).

(Com informações do Super Esporte)

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação