Santander inaugura loja em Balsas voltada para o agronegócio

0
2478

O Santander inaugurará nesta quarta-feira (26) uma loja totalmente direcionada ao agronegócio no Maranhão. A partir dessa data, o produtor rural da região de Balsas, nordeste do Estado, receberá atendimento exclusivo e especializado. O espaço de negócios fica na Praça Antonio Pereira, 100ª, Lote 27, Quadra 108, Centro. A inauguração será às 9h, com a presença de autoridades locais políticas e do agronegócio.

A loja do Santander no Sul do Maranhão é a primeira no estado e a sétima a ser inaugurado no País. Faltará apenas um espaço de negócios – em Primavera do Leste (MT) – para o Banco cumprir seu cronograma de inaugurações para o primeiro semestre. Desde janeiro até o momento, foram inaugurados estabelecimentos em Cristalina (GO), Naviraí (MS), Posse (GO), Campo Novo do Parecis (MT), Canarana (MT) e Paragominas (PA). Todas essas unidades se somam às 300 agências vocacionadas ao setor distribuídas por todo o País.

 

“Balsas é uma das principais cidades do agronegócio do Mapitoba (Maranhão, Piauí, Tocantins e Bahia), região que está em franco crescimento. Há uma perspectiva de boa safra de grãos na praça agrícola e apoiaremos sempre os produtores que precisarem de financiamento para seus negócios prosperarem”, afirma Carlos Aguiar, superintendente executivo de Agronegócios do Santander.

As lojas fazem parte da estratégia do Santander em estar em localidades onde ainda não está presente. A estrutura de atendimento, em horários pré-agendados, será composta por um gerente geral, dois gerentes comerciais e um gerente de atendimento, sem a presença de caixas.

O atendimento não relacionado ao agronegócio continuará a ser feito na agência mais próxima da loja. No caso dos clientes de Balsas, será a do município de Imperatriz, localizada na Avenida Dorgival Pinheiro de Sousa, 607, Centro  (foto principal).

Em 2016, o total da carteira de crédito ao setor do Santander somou quase R$ 40 bilhões, sendo R$ 9 bilhões de linhas de repasse e o restante de recursos livres. Também no ano passado, o Banco contratou mais de 40 agrônomos para atuar nas fronteiras agrícolas.

Compartilhe
Aquiles Emir
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação