Santos perde para Nacional, mas garante classificação para próxima fase da Libertadores

0
442

O Santos entrou em campo, nesta terça-feira (1°), pela da Conmebol Libertadores, já com a classificação antecipada para a próxima fase, por isto a derrota por 1 a 0 para o Nacional não lhe trouxe grandes prejuízos nem o tirou da liderança do Grupo 6. O jogo foi em Montevidéu (Uruguai) e a passagem para a próxima fase veio do empate em 0 a 0 entre Real Garcilaso (Peru) e Estudiantes (Argentina), que chegaram a cinco pontos e não conseguem mais alcançar a equipe santista, que tem nove.

O time santista começou a partida segurando a pressão dos donos da casa, que precisavam da vitória para seguir em busca de uma vaga na próxima fase. O lance de maior perigo do Santos na primeira etapa ficou por conta de Daniel Guedes. Em cobrança de falta, pelo lado esquerdo, jogou direito para o gol e viu a bola passar rente à trave defendida por Conde.

Na segunda etapa, o Nacional voltou a pressionar e abriu o marcador aos 12 minutos, com Leandro Barcia. A fim de igualar o placar, o Peixe tentava sair pelas laterais mas era fortemente marcado pelos uruguaios, que abusavam da força e das faltas.

Nos acréscimos, em cobrança de falta de Dodô, Vitor Bueno quase desvia e marca, porém o goleiro Conde conseguiu afastar o perigo e decretou a vitória uruguaia pelo placar mínimo.

Pela Libertadores, o Santos volta a campo somente dia 24 de maio para encarar o Real Garcilaso (PER) pela última rodada da fase de grupos. Pelo Campeonato Brasileiro, encara o Grêmio neste domingo (06), em Porto Alegre-RS.

Ficha técnica:

Nacional 1 x 0 Santos FC

  • Local: Estádio Gran Parque Central, em Montevidéu (URU);
    Gol: Leandro Barcia, aos 12 do 2ºT (NAC).
  • Santos FC: Vanderlei; Daniel Guedes, Luiz Felipe, David Braz e Dodô; Alison, Léo Cittadini e Jean Mota (Vecchio); Copete (Arthur Gomes), Gabriel e Rodrygo (Vitor Bueno). Técnico: Jair Ventura.
  • Nacional: Conde; Fucile, Corujo, Polenta e Espino; Santiago Romero, Oliva, Zunino (Sebastián Rodríguez), Viúdez (Leandro Barcia) e De Pena (Bueno); Bergessio. Técnico: Alexander Medina.

(Com dados e imagem do Santos FC)

Compartilhe
Aquiles Emir
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação