Santos sai atrás, mas busca empate com o Atlético de Goiás fora de casa

0
117

Santos está em décimo lugar com 47 pontos, seis a menos do que o Grêmio, último do G7

Em jogo com dois pênaltis, o Santos empatou por 1 a 1 com o Atlético-GO na noite deste sábado (6), pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro. O time paulista saiu atrás no placar, mas buscou o empate com Marcos Leonardo, em partida realizada no estádio Antônio Accioly, em Goiânia (GO).

Com o resultado, o Santos está em décimo lugar com 47 pontos, seis a menos do que o Grêmio, último integrante do G7. Vale lembrar que o time paulista tem um jogo a menos, pois o clássico com o Corinthians, da 33ª rodada, foi adiado para o dia 17. Por conta da final da Copa do Brasil entre Palmeiras e Grêmio, as vagas para a próxima Libertadores devem ser destinadas ao G8.

O primeiro tempo foi marcado por domínio do Atlético-GO. No começo, apesar de não levar tanto perigo, buscava criar as oportunidades, enquanto o Santos abusava das bolas aéreas, mas sem finalizações. Após chutes sem perigo de Willian Maranhão e Zé Roberto, do time mandante, o Santos respondeu aos 28 minutos, com Felipe Jonatan. Ele ficou com o rebote de escanteio, chutou forte, mas por cima.

No lance seguinte, porém, o Atlético teve um pênalti a seu favor, cometido por Arthur Gomes em cima de Dudu. Na cobrança, o goleiro Jean chutou forte, no meio do gol e abriu o placar. O Atlético ainda buscou o ataque com chutes de Janderson e Wellington Rato. O time paulista tentou com Kaio Jorge, de fora da área, mas por cima.

No segundo tempo, o Santos voltou mais ofensivo e assustou logo aos três minutos. Jean Mota se antecipou ao goleiro e cabeceou com perigo. Aos 17 minutos, o Santos ficou com um jogador a mais por conta da expulsão de Matheus Vargas, após o árbitro ser chamado pelo VAR.

Aos 26, Soteldo fez boa jogada pela esquerda e cruzou para Bruno Marques, mas a bola chegou um pouco alta e não conseguiu cabecear bem. Até que aos 33 minutos o Santos também teve um pênalti após a bola bater no braço de Éder. Na cobrança, Marcos Leonardo converteu e deixou tudo igual.

O final do jogo teve mais emoção com chances para os dois lados. Aos 37, o time paulista quase virou com cabeçada de Laércio, mas Jean fez grande defesa. Em seguida, os goianos responderam com Chico, mas foi travado. Vitor tentou o rebote na pequena área, mas João Paulo estava atento.

Os minutos finais foram marcados por pressão santista e total recuo do Atlético. Aos 42, Jean Mota recebeu passe na área e chutou por cima, com perigo. A última tentativa foi um cruzamento de Soteldo, mas a bola passou por toda a área e saiu pela linha de fundo.

(Da FPF com foto do Twitter oficial do Santos)

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação