Santos vai ao Rio de Janeiro, vence o Fluminense e se distancia da zona do rebaixamento

0
403

O Santos foi ao Rio de Janeiro nesta quarta-feira (13) e venceu o Fluminense por 1 a 0. Com o resultado, a equipe paulista agora tem 13 pontos, na 15ª posição. Já o tricolor carioca chegou à quarta derrota seguida e estacionou nos 14 pontos, ocupando o 12º lugar da tabela.

O único gol do jogo foi marcado aos 40 minutos do segundo tempo. Diego Pituca cruzou para Bruno Henrique, que matou no peito e finalizou de primeira: 1 a 0.

No Durival Britto, em Curitiba (PR), Paraná e Cruzeiro entraram em campo com objetivos distintos. Enquanto o time da casa precisava da vitória para tentar terminar a rodada fora da zona de rebaixamento, o visitante estava de olho em uma vaga no G-6. No entanto, após uma partida equilibrada, os times saíram de campo empatados em 1 a 1. O Cruzeiro saiu na frente aos 19 minutos, com Rafael Sobis, de pênalti. O Paraná deixou tudo igual aos 30, com Silvinho.

Já na Ilha do Retiro, em Recife (PE), Sport e Grêmio fizeram um confronto direto pelo G-6, onde terminaram no 0 a 0. Com o empate sem gols, o Grêmio chegou a 20 pontos, na quinta posição. O Sport, com 19, é o sétimo colocado.

Empate – O primeiro jogo do dia foi o confronto entre América-MG e Chapecoense, no Independência. Empatados em número de pontos, os times buscavam a vitória para seguir se distanciando da temida zona de rebaixamento. Mas, apesar de boas tentativas para os dois lados, o placar não saiu do 0 a 0.

No primeiro tempo, o América pressionou mais e ficou perto de abrir o placar e várias oportunidades. Logo no primeiro minuto, Serginho se antecipou após cobrança de falta e quase surpreendeu o goleiro Jandrei. Depois, Ademir recebeu na área e soltou uma bomba por cima do gol adversário. Aos 11, Judivan recebeu de Ademir e viu Jandrei, bem colocado, fazer a defesa.

Do lado da Chapecoense, a primeira boa chance foi aos 18 minutos, com Wellington Paulista, parado na defesa de Jori. O Coelho respondeu na sequência com Judivan, que recebeu e finalizou de primeira. O goleiro da Chape defendeu e, no rebote, Ademir quase marcou, mas mandou por cima. Wellington Paulista teve outra oportunidade de balançar as redes para o time catarinense, aos 34, mas viu Jori se esticar e salvar os mineiros.

Na volta do intervalo, as chances foram menores, mas não deixaram de assustar os goleiros. Com o empate sem gols, os dois times somam agora 14 pontos na tabela do Brasileirão. O América-MG aparece na 12ª posição, enquanto a Chapecoense está no 14º lugar.

(Com dados da CBF e fotos do América e Mailson Santana/Fluminense)

Compartilhe
Aquiles Emir
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação