Santos vence o clássico San-São e mantém tricolor paulista ns zona do rebaixamento

0
102

Empates entre Internacional X Ceará e Corinthians X Bahia 

Na noite deste domingo (20), o Santos voltou a vencer no Brasileirão e retornou à briga pelo G6 do Brasileirão. Jogando no Estádio da Vila Belmiro, em Santos (SP), o time alvinegro venceu o clássico contra o São Paulo, pelo placar de 2 a 0, com gols de Marinho e Gabriel Pirani, ambos no primeiro tempo.

Com três pontos ganhos, o Santos chegou aos sete e aparece na nona colocação na tabela. Em cinco jogos são duas vitória, um empate e duas derrotas. Em situação completamente diferente, com três derrotas e dois empates, o São Paulo aparece na 17ª colocação, dentro da zona de rebaixamento, com apenas dois pontos.

O clássico San-São começou bastante estudado, com muitos toques no meio-campo e receio de se arriscar no setor ofensivo. Tanto que o placar demorou para sair do zero. Aos 26 minutos, Jean Mota deu um toque açucarado para Marinho, que ajeitou e bateu cruzado, no cantinho de Thiago Volpi, que nada pode fazer e só olhou a bola entrar.

Do outro lado, o São Paulo até tentou responder, mas foram os donos da casa que conseguiram voltar a balançar as redes. Aos 43 minutos, depois de um erro na saída de bola do adversário, a bola sobrou nos pés de Kaio Jorge, que só escorou para Pirani chegar chutando e mandar para o gol. Até por conta disso, o primeiro tempo terminou com a vitória parcial do Santos por 2 a 0.

Na volta do intervalo, o ritmo do jogo aumentou um pouco, afinal o São Paulo teve que se lançar ao ataque e aos poucos o duelo ficou bastante equilibrado. Aos nove, o São Paulo até chegou a marcar com Igor Vinícius, mas como estava em posição irregular, o bandeirinha marcou impedimento e o arbitro chegou a consultar o VAR para invalidar o lance.

Depois do susto, o Santos quase marcou o terceiro gol em um ‘famoso míssil’ de Marinho, que explodiu na trave aos 16 minutos. No final da partida, o técnico Hernan Crespo colocou alguns jogadores considerados titulares em campo que haviam sido poupados e o São Paulo melhorou um pouco no duelo, mas não conseguiu chegar com perigo. Até por conta disso, o time da casa venceu mesmo por 2 a 0.

As duas equipes já voltam a campo neste meio de semana para a disputa da sexta rodada do Brasileirão. Na quarta-feira (23), o São Paulo recebe o Cuiabá, no Estádio do Morumbi, às 19h. Já na quinta-feira (24), o Santos visita o Grêmio, na Arena Grêmio, em Porto Alegre, às 21h30.

Empates – Num dos jogos que movimentou as disputas da quinta rodada do Brasileirão na tarde deste, Bahia e Corinthians ficaram no empate sem gols no Estádio de Pituaçu, em Salvador. O duelo teve poucas chances para ambos os lados e nas oportunidades que tivera, as defesas trabalharam muito bem.

Os dois times voltam a campo já nesta quinta-feira (24) para a disputa da sexta rodada do Brasileirão. Logo às 19h, o Corinthians recebe o Sport, na Neo Química Arena, em São Paulo. Um pouco mais tarde, às 21h30, o Bahia também joga em casa e encara o Athletico-PR, no Estádio de Pituaçu, em Salvador.

Outro empate foi entre Internacional e Ceará, que ficaram no 1 a 1, no Beira-Rio, em Porto Alegre RS). As equipes foram a cinco pontos e permanecem no meio da tabela. O Vozão é o 11º colocado e o Colorado é o 10°, por ter saldo de gols.

Aos cinco minutos, o goleiro Vinícius derrubou o atacante Yuri Alberto com um carrinho na risca da grande área, pela esquerda. O pênalti foi marcado com ajuda do árbitro de vídeo (VAR). O volante Edenilson cobrou e colocou o Colorado à frente.

O Vozão chegou a balançar as redes aos 13 minutos, com Messias, mas o lance foi anulado pelo árbitro Diego Pombo por falta do zagueiro. Aos 27, foi assinalado pênalti de Edenilson por toque de mão na área. Na revisão da jogada no vídeo, porém, o árbitro voltou atrás e anulou a penalidade. Aos 45, enfim, o Alvinegro deixou tudo igual, em bela cobrança de falta do meia Lima, que ainda bateu no travessão antes de entrar.

(Com informações da FPF e da Agência Brasil)

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação