São João do Sóter realiza primeiro simulado sobre eleição por biometria

0
423

O Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão (TRE-MA) deu início neste fim de semana a mais uma edição do projeto de Votação Simulada em municípios que irão utilizar o sistema biométrico pela primeira vez. Este ano, dos 217 municípios, 92 usarão a tecnologia.

A primeira cidade a receber o projeto foi São João do Sóter, termo da 6ª zona eleitoral de Caxias, onde 94 eleitores, distribuídos em 14 seções eleitorais, tiveram a oportunidade de testar o sistema biométrico. A atividade serviu ainda de capacitação aos mesários que irão atuar no dia da eleição.

Acompanharam a simulada o desembargador Tyrone José Silva (vice-presidente e corregedor), os juízes Itaércio Paulino da Silva (membro da Corte) e Anderson Sobral de Azevedo (titular da 6ª ZE – Caxias), Flávio Araújo Costa (diretor-geral), assessores e servidores da justiça eleitoral.

Para o desembargador Tyrone Silva, a identificação biométrica do eleitor permite maior segurança por ser um sistema eficaz e transparente. Outros dois municípios sediarão os simulados. São eles: Pinheiro (37ª zona) e Montes Altos (termo da 103ª zona). Neste último, em vez de votação, o TRE-MA realizará uma eleição simulada, em que todos os eleitores são convidados a participar.

Audiência Pública – Na sexta-feira (17), foi realizada a audiência pública para discutir com a população temas relativos às eleições 2018 com destaque ao novo sistema e a segurança do processo.

A audiência foi presidida pelo juiz Anderson Sobral de Azevedo (titular da 6ª ZE – Caxias) e pelo diretor-geral Flávio Araújo Costa. Participaram também o promotor eleitoral Thales Cunha Rodrigues Alves, autoridades do poder executivo e legislativo do município, lideranças políticas, estudantes e a população.

Flávio Costa ressaltou a importância do sistema para o processo democrático do país e conclamou a população, em especial os jovens, a exercerem a cidadania através do voto consciente.

O secretário de Tecnologia da Informação do TRE-MA, Gualter Gonçalves, explanou sobre o procedimento de preparação das urnas eletrônicas e da votação, ressaltando a importância da biometria para o processo eleitoral.

E-Título – Durante a audiência pública e a votação simulada, o Tribunal ainda está divulgando o aplicativo E-Título, que mostra a versão digital do título de eleitor e que serve para ser apresentado no dia da eleição. Para o eleitor que tem a biometria coletada, o aplicativo pode ser apresentado sozinho como identificação. Se não há biometria, deve ser apresentado junto de um documento com foto.

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação