São Paulo goleia Chapecoense e passa a ocupar o quinto lugar na classificação da Série A

0
402
São Paulo conseguiu em apenas um tempo golear a Chapecoense e vai ao G6 (Alan Morici)

Depois de um primeiro tempo morno, de muitos desacertos, o São Paulo conseguiu fazer a festa nesta segunda-feira (22), no Morumbi, diante de sua torcida. No segundo tempo, o tricolor fez quatro gols e garantiu uma vitória maiúscula diante da Chapecoense, pela 11ª rodada do Brasileirão.

Os gols foram marcados por Antony, Toró, Raniel e Vitor Bueno e com este resultado, o São Paulo passou a ocupar a quinta posição, com 18 pontos. Já a Chape segue na zona de rebaixamento, com oito pontos.

No Morumbi, o São Paulo até ensaiou uma pressão inicial, mas foi a Chape que teve a primeira boa chance da partida. Após bola alçada na área, Everaldo finalizou e Tiago Volpi fez a defesa, na marca dos 19 minutos. O susto acordou o time da casa e, logo na sequência, Pato arriscou o chute da intermediária, a bola desviou na marcação e foi para fora.

Aos 22, Igor Vinícius fez o cruzamento, Pato ajeitou para o meio e Raniel testou firme, mas Douglas apareceu quase em cima da linha para evitar o gol. Seis minutos depois, Antony recebeu passe em profundidade dentro da área e, dessa vez, Tiepo foi quem salvou o Verdão.

Se no primeiro tempo a bola não entrou, na etapa complementar a história foi bem diferente. E o São Paulo precisou de apenas três minutos para abrir o placar. Everton fez o cruzamento e Antony completou para o fundo das redes. O segundo dos donos da casa veio quatro minutos depois. Toró em belo lance individual, limpou a marcação e bateu com muita categoria para ampliar o marcador. Mas a volta fatal do Tricolor não parou por aí.

Aos dez, Raniel aproveitou uma falha da defesa adversária, saiu de frente para a meta e não perdoou: 3 a 0. Aos 18, a Chape teve duas chances para diminuir o prejuízo. Na primeira, Douglas cabeceou para fora e, na segunda, Volpi defendeu a finalização de Everaldo. Com boa vantagem no placar, o São Paulo controlou bem o jogo e, já nos acréscimos, Vitor Bueno, de cabeça, fechou a conta no Morumbi: 4 a 0.

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação