São Paulo não dá detalhes sobre primeira vítima do coronavírus, que seria um homem de 62 anos

0
212
Coronavirus

A Secretaria Estadual de Saúde de São Paulo confirmou nesta terça-feira (17) a primeira morte no país em decorrência do novo coronavírus. A pasta, entretanto, não dá detalhes sobre sexo, nem idade da vítima, se ela viajou para o exterior ou se teve contato com alguém contaminado no Brasil.

Segundo a Secretaria, essas informações serão detalhadas ao longo do dia pelo governador João Doria.

De acordo com o G1, porém, trata-se de um homem com 62 anos, que estava internado em um hospital particular. Ele tinha histórico de diabetes e hipertensão, além de hiperplasia prostática — um aumento benigno da próstata que não é uma doença, mas uma condição comum em homens mais velhos que pode causar infecções urinárias.

Até esta segunda-feira (16), a Secretária Estadual de Saúde garantia que São Paulo tinha 152 casos confirmados de Covid-19. Os casos suspeitos somam 1.777.  Em todo o Brasil são 234 casos confirmados, de acordo com o boletim mais recente do Ministério da Saúde, desta segunda-feira.

Situação – A prefeitura do município de São Paulo decretou, na manhã desta terça-feira, situação de emergência na cidade em função da pandemia.

Já o governo do estado cancelou eventos públicos culturais e esportivos em locais abertos e fechados e está recomendando que eventos privados também sejam cancelados.

Entre as medidas para intensificar o enfrentamento ao Covid-19, anunciadas pelo governo, a partir de hoje, todos os funcionários públicos estaduais de São Paulo com mais de 60 anos, excetuando os que trabalham nas áreas de segurança pública e saúde, deverão trabalhar de casa. Já os 153 Centros de Convivência do Idoso ficarão todos fechados por 60 dias.

(Com informações da Agência Brasil e G1)

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação