São Paulo supera Palmeiras no clássico paulista pela Série A do Brasileiro

0
558

O São Paulo levou a melhor no clássico paulista contra o Palmeiras neste sábado (27). Pela terceira rodada do Brasileirão, no Morumbi, em São Paulo (SP), o Tricolor venceu o rival por 2 a 0 e emendou a segunda vitória seguida na competição. Assim como na última rodada contra o Avaí, os gols do triunfo são-paulino foram marcados por Lucas Pratto e Luiz Araújo.

O primeiro tempo do clássico paulista foi marcado pelo equilíbrio. Na melhor chance de gol, aos quatro minutos, Jean recebeu cruzamento de Willian e finalizou com perigo. Pelo lado tricolor, aos 44 minutos, Cueva assustou em cobrança de falta e obrigou Prass a trabalhar.

Na volta do intervalo, as redes balançaram. Aos 17 minutos, Lucas Pratto recebeu de Marcinho e bateu cruzado no canto esquerdo do goleiro palmeirense para fazer 1 a 0. Aos 22, Jean teve a chance de empatar, mas acabou desperdiçando a cobrança de pênalti. O São Paulo sacramentou a vitória aos 38 minutos com Luiz Araújo. O jovem recebe assistência de Pratto e finalizou rasteiro para ampliar: 2 a 0.

Coritiba – O atacante Rildo saiu do banco para garantir o triunfo do Coritiba diante do Vitória, neste sábado (27), na Arena Fonte Nova, em Salvador. Com um golaço de letra do camisa 11, o Coxa venceu o rubro-negro baiano fora de casa e vai dormir na vice-liderança do Brasileirão 2017. Com o resultado, o time paranaense acumula seis pontos em três rodadas. Já o Leão segue sem vencer e soma apenas um ponto.

As melhores chances de gol da primeira etapa foram criadas pelo Coritiba. Aos 32 minutos, Henrique Almeida passou pela marcação, finalizou firme, mas parou na trave. No minuto seguinte, o atacante do Coxa teve outra oportunidade de marcar, mas Fernando Miguel segurou o cabeceio e evitou o gol. O Vitória assustou aos 38 minutos com Fred, que obrigou Wilson a trabalhar.

No segundo tempo, o Coritiba foi o primeiro a assustar. Aos nove minutos, Fernando Miguel e Paulinho salvaram a meta baiana após tentativas de William Matheus e Henrique Almeida. Mais perigoso, o Coxa insistiu e abriu o placar aos 26 minutos com Rildo. O atacante aproveitou cruzamento de Tiago Real e, de letra, marcou um belo gol. A pintura garantiu o triunfo paranaense.

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação