Sebrae lança app Guia do Campo para auxiliar pequenos produtores rurais

16

Aplicativo permite monitorar clima, mapear propriedade e disponibilizas indicadores de produtividade

Os pequenos produtores rurais que desejam acompanhar melhor a sua produtividade e aperfeiçoar a gestão do negócio podem contar com o auxílio do aplicativo Guia do Campo. A nova solução digital é fruto de uma parceria do Sebrae com a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil/Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (CNA/SENAR) no âmbito do Programa Juntos Pelo Agro. O lançamento do aplicativo aconteceu durante o evento 50+50 Agro, promovido pelo Sebrae na terça-feira (25), em Brasília.

A proposta é que o app funcione como um guia norteador, fornecendo informações relevantes, como monitoramento do clima na propriedade, alerta de pragas e doenças, indicadores de custos, faturamento, entre outras funcionalidades. Inicialmente, o download gratuito da ferramenta está disponível apenas para celulares e dispositivos Android.

De acordo com o analista de Competitividade do Sebrae, Victor Ferreira, que faz parte do Núcleo de Agronegócios, o aplicativo Guia do Campo foi pensado para atender as principais demandas dos pequenos produtores rurais.

“Em 2020, realizamos uma pesquisa em parceria com a Embrapa que identificou que os produtores estão sedentos por tecnologia, porém não possuem muitos recursos para investir e não se sentem seguros para utilizá-las. Então, o app responde a essas dores dos produtores rurais, com fácil acesso e totalmente gratuito”, explicou.

O coordenador nacional de Programas do Senar, Alexandre Martins, ressalta que é muito importante estar perto do pequeno produtor para entregar soluções de valor adequadas à sua realidade.

“A lógica do aplicativo é encontrar uma forma de complementar o atendimento presencial e personalizado. Não quer dizer que há um atendimento melhor do que o outro, mas, principalmente, tentando capitalizar na capilaridade do aplicativo, que possui ampla abrangência, e entendendo essas informações que o produtor pode dar. Assim, podemos aprimorar ainda mais nossa atuação” frisou.

A partir da criação de um perfil pessoal, os usuários do aplicativo Guia do Campo contam ainda com sugestões de conteúdos e orientações aos produtores, seja um curso on-line gratuito ou capacitações presenciais. Para o representante do Senar, a disponibilidade imediata de soluções é também um diferencial.

“Se o produtor tem um problema, pode ser que o aplicativo ofereça uma solução imediatamente, em tempo real, com a garantia de qualidade validada tanto pelo Senar quanto pelo Sebrae, que têm autoridade para isso”, considerou.

Visão de negócio e colaboração – O analista da Unidade de Soluções do Sebrae Nacional Vitor Farias acrescenta que o aplicativo Guia do Campo oferece um questionário de rotina com informações essenciais para o pequeno produtor. “São informações de produtividade, vendas, faturamento, gastos, que o produtor vai ter na palma da mão, indicadores que permitem que ele tenha uma visão mais negocial da propriedade, profissionalizando a produção”, destacou.

Segundo ele, por meio do aplicativo também é possível visualizar como a propriedade está posicionada em relação a outros produtores da região e se precaver de pragas. “Por meio de um gráfico, o pequeno produtor consegue ter uma visão do seu posicionamento na região em relação tanto ao maior produtor, quanto à média dos outros produtores do mesmo ramo que ele. Além disso, é possível compartilhar em rede se há pragas identificadas e, com isso, atuar de forma colaborativa”, contou.

ALI Rural – Somado à iniciativa, o Sebrae e o CNA/SENAR acompanham os pequenos produtores in loco, com equipes técnicas especializadas. O analista do Sebrae Nacional Victor Ferreira destaca a atuação dos Agentes Locais de Inovação (ALI) Rural.

“Nossos ALI são treinados para trabalhar toda uma jornada de inovação com esses empreendedores rurais e isso inclui que os produtores se apropriem de tecnologias digitais, como é o caso do aplicativo”, comentou. Atualmente, o ALI Rural está presente em 21 estados brasileiros, com a participação de 424 bolsistas selecionados. A meta é atender 7.200 pequenos produtores rurais até o fim deste ano.

(Com imagem do Sebrae/divulgação)

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui