Semana Maranhense de Dança tem início nesta segunda-feira com espetáculo “Da cor de cobre”

23

Espetáculo terá participação de brincantes de Bumba meu boi

Será aberta, nesta segunda-feira (21), a 16ª Semana Maranhense de Dança com o espetáculo ‘Da Cor de Cobre’, da Clarin Cia de Dança, no palco do Teatro Arthur Azevedo, às 19h30. O evento é uma realização da Gestus Produções Culturais e da Secretaria de Estado da Cultura (Secma), por meio do Teatro Arthur Azevedo (TAA), com patrocínio da Equatorial Energia por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura.

Da Cor de Cobre é uma releitura poética do tradicional auto de Bumba Meu Boi, que descortina as estórias encantadas em torno dos personagens existentes nesse folguedo, trazendo uma apresentação que mistura o real e a ficção, para homenagear todos os grupos existentes que lutam pela resistência e sobrevivência do folclore brasileiro.

O espetáculo contará com a participação de brincantes dos grupos Bumba-Meu-Boi de Santa Fé, Boi da Floresta, Boi de Leonardo, Boi da Lua, Boi de Morros, Boi de Axixá, Bumba Meu Boi de Maracanã e Boi Brilho da Terra.

A Clarin Cia de Dança é uma companhia que vem desenvolvendo sua pesquisa em torno da dança popular contemporânea desde a sua fundação, no ano de 2013, sob direção e criação do artista maranhense Kelson Barros, residente em São Paulo desde o ano de 2003. Seus trabalhos buscam agregar artistas de diferentes linguagens como capoeira, breaking, ballet, funk, dentre outras danças brasileiras, sempre com foco na experimentação em dança e na cultura popular.

Para assistir ao espetáculo, o público pode retirar os ingressos na bilheteria do Teatro Arthur Azevedo, duas horas antes do início da apresentação. Além do espetáculo, a 16ª Semana Maranhense de Dança terá em seu primeiro dia de programação oficinas e outras atrações totalmente gratuitas que o público pode conferir no Instagram do evento @semanadedanca2022.

Semana de Dança – A Semana Maranhense de Dança começa nesta segunda-feira (21) e prossegue até o dia 30 deste mês. Traz para esta edição o tema Brasilidades Maranhenses, propiciando um espaço onde pretende-se ressaltar as intersecções presentes nas nossas brincadeiras, folguedos e danças populares com as discussões e práticas das danças, bem como de suas pluralidades de movimentos na contemporaneidade.

A programação do evento é totalmente gratuita e preza pelo compromisso com a formação e a pesquisa da linguagem, de modo que possa contribuir para expansão dos fazeres artísticos que emergem no contexto atual e fortalecer a cadeia produtiva da cultura maranhense. Além de espetáculos maranhenses e nacionais, contará com oficinas formativas, painéis de pesquisa, mostras coreográficas e competitivas e a famosa Batalha de Danças Urbanas Negro Cosme.

A Semana Maranhense de Dança vem, há 16 anos, valorizando o legado e a relevância dos trabalhos dos artistas, bailarinos, companhias, grupos e escolas de dança, além de contribuir para a formação de novas gerações de espectadores que apreciam e compreendem a importância dessa linguagem para a cultura do Maranhão.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui