Educação inclusiva: Senai atendeu mais de seiscentos alunos com deficiência em 2022 no Maranhão

18

Estudantes participaram de cursos em diversas áreas 

O Programa Senai de Ações Inclusivas (PSAI) atendeu 636 alunos este ano no Maranhão. O PSAI tem grade curricular, processo de avaliação e certificação adaptados aos diversos tipos de deficiências dos alunos e está presente em todas as unidades do Senai no Maranhão.

Em 2022, foram atendidos estudantes com deficiência intelectual (63), visual (186), auditiva (71), física (300), transtorno do espectro autista (10), reabilitados (1) e outras deficiências (05) nas modalidades de aprendizagem industrial básica, aprendizagem industrial técnico de nível médio, qualificação profissional, técnico de nível médio, iniciação profissional e aperfeiçoamento/especialização profissional, totalizando neste ano letivo 636 matrículas.

Heider Pinheiro, 52 anos, há 21 anos é professor de informática na unidade do Senai no Monte Castelo. Como deficiente visual, já esteve do outro lado. Precisou ser incluído digitalmente para depois ajudar alunos – deficientes ou não – a conseguirem uma vaga no mercado de trabalho. Ele ministra cursos como: operador de computador, ferramentas de produtividade, Excel e lógica de programação.

O instrutor do Senai lembra que no início teve algumas dificuldades. No entanto, conseguiu aprender e se tornou capaz de detalhar o que está na tela mesmo sem enxergar.

“Eu creio que até hoje o que eu faço ainda é para vencer o preconceito. Primeiro as pessoas querem desistir, depois se surpreenderem com o que são capazes de aprender. Isso é o que me motiva. Se não fosse a inclusão tecnológica, talvez eu fosse só mais um entre milhares de pessoas com deficiência visual, isoladas do mundo real. Eu me formei e fiz especializações graças ao computador, à tecnologia”, resumiu Heider.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui