Senai capacita profissionais de panificação e confeitaria para mercado de trabalho

0
199

Passo importante para conseguir emprego ou montar negócio

Com o objetivo de capacitar, qualificar e estimular pessoas a abrirem seu próprio negócio, os sindicatos da Indústria de Panificação e Confeitaria de Imperatriz (Sinpancimp) e de São Luís (Sindipan), em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), realizam cursos de qualificação para novos profissionais sobre as técnicas do mercado além de atualizar os padeiros já profissionais.  Segundo o diretor regional do órgão, Raimundo Arruda, além de suprir a demanda das empresas do setor, esse é um passo importante para quem deseja se destacar no mercado de trabalho.

“Essas são excelentes oportunidades oferecidas à população visando a capacitação profissional e a geração de renda para os participantes. E neste curso, trouxemos um pouco de tudo, principalmente uma aula complexa sobre o uso da pasta americana, que está sendo pouco utilizada por seu difícil manuseio. E fiquei muito contente porque foi um desafio em que todos demonstraram esforço para conseguir o resultado”, enfatiza o diretor.

Bolos, salgados, doces, tortas frias e geladas, pães, cobertura e recheios foram feitos pelos alunos que usaram a criatividade.  No laboratório de alimentos, os alunos contam com todos os equipamentos de uma cozinha industrial, equipamentos de última geração com capacidade para atender 20 alunos e produzir cerca de 200 pães por turno.

A presidente do Sindicato das Indústrias de Panificação e Confeitaria de São Luís (Sindpan), Francina Alves enfatizou que o objetivo é promover capacitação para o segmento alimentício da região.

“Essa parceria sem dúvida foi um sucesso e muito salutar uma vez que nos trouxe bons resultados já que não tivemos nenhuma desistência ao longo do curso. Acreditamos que é por meio de ações como essa que qualificamos e aprimoramos a mão de obra local para as demandas da cidade”, garantiu.

Os cursos são marcados por dois momentos. Antes de por a mão na massa, os alunos passaram por parte teórica, com aulas que abordaram conceitos sobre preparo, manipulação de alimentos, higiene e segurança. Já na parte prática, descobriram como preparar massas para pães e salgados, além de recheios para tortas e bolos.

Durante o curso, os alunos puderam ainda aprender as normas técnicas de conservação dos alimentos, além de lidar com a segurança, saúde e prevenção do ambiente, visando a atuação do futuro profissional.

A gerente do Senai CEPT Distrito Industrial, Scheherazade Bastos destaca o trabalho realizado para qualificação da população. “O Senai contribui para a formação profissional preparando pessoas da comunidade para serem futuros profissionais da indústria nas diversas áreas. Atuamos em diversos segmentos, inclusive na área de alimentos, na qual realizamos esse curso de padeiro e confeiteiro com 20 alunos em cada.

Destinado à capacitação da mão-de-obra da região, o Senai conta em São Luís e Imperatriz com um bloco estruturado com equipamentos modernos na área de Alimentos e Bebidas, especialmente no setor de panificação e confeitaria.

Receita que funciona – Como a falta de pessoas qualificadas ainda é um dos grandes entraves vivenciados pela classe empresarial brasileira, a parceria na formação técnica tem um impacto positivo na economia. “A vaga e as oportunidades existem, porém, falta a qualificação do profissional para ocupá-la. E isso é muito complicado, pois afeta na produção e no crescimento industrial”, diz o presidente do Sindicato das Indústrias de Panificação e Confeitaria de Imperatriz (Sinpancimp), Antônio Alves.

O Senai CEPT Imperatriz, oferece curso de Qualificação Profissional : Padeiro (200h), Padeiro Confeiteiro (500h) e Confeiteiro (220h), além de cursos de Iniciação Profissional e Aperfeiçoamento na área. A Unidade conta com um Laboratório de Panificação, e atualmente com um instrutor da área.

Já em São Luís, o Senai possui o curso Técnico em Panificação: 800h e curso de Qualificação Profissional em Padeiro com 200h e duas instrutoras.

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação