Senai é o maior parceiro do desenvolvimento industrial, diz diretor nacional do órgão

0
441

Os 65 anos de atuação do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) no Maranhão foram comemorados quinta-feira (24). O órgão conta com oito escolas de educação profissional no estado e nove unidades móveis, que atendem 650 mil alunos matriculados.

“Com a missão de contribuir com ideias criativas para o desenvolvimento e o crescimento industrial do nosso país e, principalmente, da indústria maranhense, o Senai Maranhão alcança a longevidade dos seus 65 anos de atuação, sem desviar o foco de suas ações voltadas à indústria, ao trabalhador e à sociedade maranhense”, afirmou Edilson Baldez das Neves, que, além de presidente da Federação das Indústrias (Fiema), preside o seu conselho estadual.

O diretor-geral do Senai Nacional, Rafael Lucchesi, proferiu palestra sobre a importância do órgão para a competitividade do país, classificando-o como o mais importante aliado da indústria brasileira. “O Senai foi decisivo na construção de um parque industrial forte e diversificado. Ao longo das últimas décadas, não há um único grande empreendimento implantado no Brasil que não tenha utilizado e se beneficiado dos serviços oferecidos por essa instituição”.

Lucchesi ressaltou, ainda, a atuação no Maranhão, destacando o pioneirismo e a visão dos empresários maranhenses, que possibilitaram o crescimento do setor e o desenvolvimento econômico do Estado. “ Nos últimos anos, o estado e seu parque industrial não param de crescer. Para dar suporte a esse processo, o Senai e o BNDES vem aportando recursos para a modernização e a construção de modernos centros de formação profissional e unidades móveis, nas principais cidades do Estado.”

Além da exposição de novas tecnologias, que são utilizadas nas salas de aula, como um simulador de solda e uma impressora 3D, houve ainda o lançamento de um livro que relata toda a trajetória da instituição no Maranhão, além de homenagens a personalidades e indústrias que fazem parte da história dos 65 anos.

Edilson Baldez falou dos avanços do Senai no Maranhão

Reconhecimento – Foram homenageadas empresas, pessoas e autoridades que fizeram parte da história da entidade. Helder Teixeira (Alumar), Dorgival Pereira (Vale), Augusto Dantas (Cemar),  Marcos Souza (Aço Verde) e Flávio Fé (Suzano) foram homenageados como representantes do parque industrial maranhense. Também receberam homenagem o colaborador do Senai Antônio da Luz, que trabalha há 16 anos na instituição, o industriário Bruno Cardoso, que foi aprendiz e hoje coordena o setor de Ferramentaria na empresa da FC Oliveira.

Entre as autoridades, foram homenageados o prefeito de São Luís, Edvaldo Holanda Júnior, o governador do Maranhão, Flávio Dino (representado pelo chefe da Casa Civil, Rodrigo Lago) e o presidente do Tribunal de Justiça do Maranhão, José Joaquim Figueiredo (representado pelo desembargador Tyrone José Silva).

Do Senai, foram reconhecidos Rafael Lucchesi; os ex-diretores Raimundo Franco Teixeira, Jaldo Abreu, João Alberto Schalcher, Elito Hora e José Mário Aranha; o diretor Marco Moura e os conselheiros Francisco Brandão, José Adriano Jansen, Celso Gonçalo, Francisco Sales Alencar, Lea Cristina da Costa, Luís dos Santos Lima e Ana Rute Mendonça.

Outros homenageados foram os ex-presidentes da Fiema e do Conselho Regional, Haroldo Cavalcante (in memorian), Alberto Abdalla (in memorian) e Jorge Mendes, além do atual, Edilson Baldez.

Compartilhe
Aquiles Emir
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação