Senai vai encerrar atividades no Itaqui Bacanga porque a Vale terá de ceder imóvel para o Iema

1
3993

AQUILES EMIR

O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) vai encerrar as atividades do Centro de Educação Profissional e Tecnológica da área Itaqui Bacanga porque o imóvel, que pertence à Vale, foi pedido pelo Governo do Estado para instalar uma unidade do Instituto de Ensino Tecnológico (Iema), e a proprietária concordou, pondo fim a uma parceria firmada com a Federação das Indústrias (Fiema), à qual o Senai é vinculado, celebrada há menos de três anos.

A informação foi confirmada pelo empresário Edilson Baldez, que é presidente da Fiema e diretor estadual do órgão, nesta sexta-feira (1°). Baldez não quis entrar em detalhes sobre a devolução do imóvel, mas tranquilizou os alunos e professores, garantindo que ninguém será prejudicado.

De acordo com o empresário, todos os cursos que se encontram na fase final serão concluídos até dezembro no mesmo local e quanto aos demais, inclusive os iniciados este ano, os alunos serão distribuídos entre as demais unidades do órgão, podendo o frequentador optar pelo que melhor lhe atende, seja no Monte Castelo ou Distrito Industrial.

Para garantir o bom funcionamento dessa entidade, a Fiema o equipou o prédio com o que há de mais moderno em educação profissional, visando à formação de mão-de-obra especializada para o setor industrial. São 24 laboratórios de ponta, 19 salas de aula, biblioteca e um auditório para 120 pessoas. Toda essa estrutura vai ser transferida para o Governo do Estado.

Com esta inauguração, o Senai duplicou sua capacidade de atendimento  em São Luís, fato que foi muito comemorado pelos industriais, principalmente os que prestam serviços para grandes corporações, como Vale, Consórcio Alumar, Suzano, Ambev, construtoras e outras. Segundo Edilson Baldez, a ampliação fez parte de um projeto maior do Sistema Fiema para dar suporte ao crescimento da indústria maranhense e garantir a competitividade das empresas do setor.

Na data da inauguração, dia 27 de junho de 2014, o gerente de Relações com Comunidades da Vale, Dorgival Pereira, qualificou o investimento como um importante espaço de qualificação para os jovens que vivem na região Itaqui Bacanga. “Esperamos que o investimento realizado na ampliação dos espaços permita que mais pessoas possam ser beneficiadas com cursos de capacitação profissional e que, através da educação, conquistem boas oportunidades de ingressar no mercado de trabalho”, ressaltou.

Resultado de imagem para senai itaqui bacanga
Laboratório do Senai na unidade do Itaqui Bacanga qualifica alunos com o que há de melhor em educação profissional

Estrutura – A fim de garantir preparação de alto nível dos alunos, a Federação das Indústrias investiu em laboratórios de Informática (três), Laboratório de Montagem e Manutenção de Computadores, Laboratório de Transporte/Máquinas Pesadas, Laboratório de Metrologia, Oficina de Tornearia, Laboratório de Elétrica, Laboratório de Eletrotécnica, Laboratório de Pneumática, Laboratório de Hidráulica, Laboratório de Ajustagem, Laboratório de Manutenção Mecânica, Laboratório de Alinhamento de Máquinas, Oficina de Soldagem, Oficina de Caldeiraria, Laboratório de  Eletrônica Digital, Laboratório de Microprocessadores e Microcontroladores, Laboratório de Eletrônica Analógica, Laboratório de Desenho, Laboratório de Traçado de Caldeiraria, Laboratório de Construção Civil, Laboratório de Afiação de Ferramentas e Oficina de Metal Mecânica.

Cursos oferecidos

  • Construção civil – almoxarife de obras, armador de ferragem, bombeiro hidráulico, carpinteiro de formas, eletricista instalador predial, pedreiro de alvenaria, pintor de obras
  • Gestão – auxiliar administrativo
  • Tecnologia da informação – montador e reparador de computadores, operador de microcomputador, administrador de redes, instalador e reparador de redes de computadores
  • Cursos da área de metal mecânica – caldeireiro, desenhista mecânico, mecânico de máquina, motriz, mecânico de manutenção de máquinas industriais, soldador a arco elétrico no processo eletrodo revestido.
  • Logística – assistente de operação de logística portuária, assistente de planejamento e controle de produção, auxiliar de operações logísticas, auxiliar de transporte e distribuição
  • Transporte – movimentação e operação de produtos perigosos (MOPP)
  • Refrigeração – instalador de refrigeração climatização doméstica
  • Segurança do trabalho – NR10
  • Automotivo – eletricista de automóvel, mecânico reparador de motor a diesel, mecânico de manutenção de motocicletas, mecânico reparador de motor a álcool e gasolina
Compartilhe
Aquiles Emir
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação

1 COMENTÁRIO

  1. “…porque o imóvel, que pertence à Vale, foi pedido pelo Governo do Estado para instalar uma unidade do Instituto de Ensino Tecnológico (Iema), e a proprietária concordou…”
    Não entendi… Pertence a vale… …e proprietário concordou…

    De quem é o prédio??

Comments are closed.