Senai forma jovens para programa de qualificação profissional da Aço Verde Brasil

0
87
A cerimônia de entrega dos certificados aconteceu na unidade do Senai, em Açailândia

Cinquenta jovens receberam certificados de conclusão de curso 

Cinquentas jovens residentes em Açailândia receberam os certificados do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) que lhe servirá “passaporte” para o mercado profissional. Eles são participantes do curso Fundamentos Básicos no Processo de Aciaria e Laminação e Fundamentos de Manutenção em Aciaria e Laminação, ministrado em parceiro do Programa de Trainee Operador Siderúrgico da Aço Verde do Brasil (AVB).  

O diretor da AVB, Ricardo Filho, destaca que a iniciativa busca contribuir com a cidade e com o quadro profissional da indústria.

“Depois que passamos utilizar a estratégia da mão de obra técnica com essa parceria muito frutífera com Senai, passamos a contar com quadro de colaboradores excelentes e comprometidos com o que fazem. Hoje 50% do nosso quadro está alocado para produção e outros 50% para atividades de expansão e melhorias, pois acreditamos na qualificação profissional como oportunidade de melhoria na vida das pessoas e no processo empresarial”. 

A cerimônia de entrega dos certificados aconteceu na unidade do SENAI e seguiu todos os protocolos de segurança determinadas pela Organização Mundial de Saúde (OMS).  Os cursos têm carga horária de 198 e 100 horas, respectivamente, e trata de uma parceria para inserção e qualificação da mão de obra local.  

Para o conselheiro do SENAI, Luís Lima, as empresas que investem na qualificação de seus funcionários são bem-sucedidas. “Sabemos que esse é o caminho, e aproveito a oportunidade para parabenizar essa empresa que entende que a qualificação profissional contribui positivamente nos resultados e crescimento do seu negócio”. 

Ascensão profissional – Durante sua fala, o superintendente da AVB, Gleucivan Araújo, relembrou o início da atuação na AVB e como conseguiu chegar a superintendência da empresa. “Eu sou fruto do SENAI, assim como vocês. O segredo é não parar de buscar qualificação. Sempre que eu via um curso de rápida duração buscava fazer, continuei me qualificando e galgando espaço dentro da empresa”. 

O jovem Jarlan Alves, conta que sua vida profissional decolou após o curso de operador siderúrgico. “Sempre atuei no comércio da cidade, e antes de concluir esse curso, vi minha vida mudar com a oportunidade de compor a equipe da AVB”. 

O açailandense  David Cruz, também diz que a educação profissional foi determinante para sua carreira. “Eu não atuo diretamente na indústria, porém consegui me colocar no mercado como funcionário de um prestador de serviço para a indústria e a formação adquirida tem contribuído muito”. 

Compartilhe
Aquiles Emir
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação