Senar realiza curso de Agronegócio em Imperatriz, Balsas e Pastos Bons

0
1045

Estão abertas,  até 13 de fevereiro, as inscrições  para nova seleção ao Curso Técnico em Agronegócio do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), órgão vinculado ao Sistema Federação da Agricultura. As inscrições devem ser feitas no endereço eletrônico http://www.senar.org.br/etec, onde os interessados poderão ter acesso ao edital da seleção e à relação dos polos que oferecem vagas.

No Maranhão, os candidatos devem se inscrever nos polos de Imperatriz, Pastos Bons e Balsas. As datas para as provas poderão ser escolhidas no ato da inscrição e tiveram  inicio  desde  o dia 30 de janeiro, com término previsto para o dia 15 de fevereiro Imperatriz e Pastos Bons dispõem de 30 vagas cada, enquanto Balsas dispõe de 20.

De acordo com a coordenadora da Rede e-Tec no Maranhão, Thaysa Correia, a procura em todos os polos tem sido  grande, haja vista o apoio nestes locais dos Sindicatos dos Produtores Rurais  e, em Pastos Bons, também, da Prefeitura Municipal. “Percebemos grande interesse de pessoas não somente das cidades-polos, mas, também, naquelas circunvizinhas. Os candidatos enxergam a chance de conseguir trabalho na área rural, principalmente em municípios onde tem havido expansão do setor agropecuário”, frisou.

O presidente da Federação de Agricultura, Raimundo Coelho, diz ser esta a oportunidade dos filhos de produtores rurais se especializarem para atuar nas áreas rurais pertencentes à família e acrescenta  que comumente esses jovens procuram os centros urbanos onde há universidades ou escolas técnicas para se capacitarem. “Nós,  do sistema Senar/CNA/Faema/sindicatos e algumas prefeituras parceiras, estamos levando para esses polos a possibilidade dos jovens cursarem em sua cidade ou cidades vizinhas, um curso que vai ajudar muito no desenvolvimento do setor rural”, ressaltou.

Curso – O curso terá duração de dois anos  e formará o candidato em técnico em Agronegócio, cujo  principal desafio é aumentar a eficiência do mercado agrícola e agroindustrial. Por meio de técnicas de gestão e de comercialização, este profissional atua na execução de procedimentos para planejar e auxiliar na organização e controle das atividades de gestão do negócio rural.

Diferente do técnico agrícola que trabalha focado na produção, o de agronegócio é voltado à gestão das empresas agrícolas, mas sua atuação não se limita aos processos internos de uma fazenda, pode trabalhar também em empresas comerciais, estabelecimentos agroindustriais, serviços de assistência técnica, extensão rural e pesquisa, revendas de insumos agropecuários, consultorias e em empresas de fomento.

Além de identificar os segmentos das cadeias produtivas do setor agropecuários e avaliar os custos de produção e aspectos econômicos para a comercialização de novos produtos e serviços, esse especialista pode idealizar ações de marketing aplicadas ao agronegócio. O profissional também é responsável por executar ações sociais e ambientais visando à sustentabilidade dos negócios rurais. O Técnico em Agronegócio é um agente de transformação que atua como parceiro do produtor rural, utilizando técnicas inovadoras e sustentáveis, na conquista pela produtividade e lucratividade, com visão empreendedora para a melhoria da qualidade de vida do meio rural.

Compartilhe
Aquiles Emir
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação