Senar leva curso de Agronegócio para Imperatriz, Balsas e Porto Franco

0
978

O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), órgão vinculado ao Sistsma Federação da Agricultura (Faema),  realizou sábado (11), em Imperatriz, a aula inaugural  da Rede E-Tec Senar, curso técnico no agronegócio, voltado para os polos de Imperatriz, Balsas e Pastos Bons. Com este, somam-se cinco os polos em atividade no Maranhão, desde 2015, quando foram iniciadas turmas em Chapadinha, Colinas e Balsas.

Em Imperatriz,  o curso da Rede E-Tec vai funcionar em parceria com o Sindicato dos Produtores Rurais (Sindrural) e com a Prefeitura por intermédio das secretarias de Educação e de Desenvolvimento Econômico. O ato foi marcado com a  assinatura do Termo de Cooperação Técnica (TCT), pelo presidente da Federação de Agricultura, Raimundo Coelho; pelo  presidente do Sinrural, Renato Pereira, e pelos secretários municipais Josenildo  Ferreira (Educação) e Eduardo Soares (Desenvolvimento Econômico).

A solenidade ocorreu  na sede do Sindicato  – no Parque de Exposição Lourenço Vieira da Silva – onde serão realizadas as aulas,  e reuniu  produtores rurais locais e de cidades vizinhas. Na ocasião, os alunos receberam as primeiras orientações da professora Cleidemar Algarves, responsável pela disciplina, Ambientação em EAD (Educação  à Distância).

Expansão – A escolha pelos novos polos se deu graças ao fortalecimento da produção de grãos  no sul do Estado (Imperatriz, Pastos Bons e Balsas),  tendo em  vista  a  expansão  do mercado e a consequente necessidade cada vez maior de profissionais qualificados  na região.  De quase mil candidatos  inscritos, oitenta foram selecionados. Grande parte deles, graduados em áreas distintas, mas de olho numa fatia do mercado que só cresce no estado: o agronegócio.

Assinatura do Termo de Cooperação Técnica por Raimundo Coelho, Renato Pereira e Eduardo Soares

Carlos André, atualmente sem trabalho formal,  viu  no programa a oportunidade de adquirir qualificação profissional  para em breve garantir um espaço no concorrido mundo do negócio rural. “Sempre gostei dessa área e conhecendo o trabalho do Senar, quero aproveitar para investir em uma nova profissão”, destacou.

Renato Pereira, presidente do Sinrural, disse receber o curso da Rede E-Tec  com entusiasmo e com o sentimento de  um objetivo alcançado. “Quando assumimos a direção do sindicato fizemos contato com a Faema no sentido de intensificar a oferta de cursos técnicos e profissionalizantes. Agora com a chegada da Rede E-Tec fortalecemos o nosso trabalho com um curso de qualidade para atender ao produtor rural”, frisou ele, destacando os inúmeros cursos ofertados pela instituição em parceria com o Senar.

Eduardo Soares,  titular da secretaria municipal de Desenvolvimento Econômico,  afirma ser  ação inovadora. “O curso técnico em agronegócio concilia a técnica rural à gestão de negócios  e controle de custos. É isso que faz o diferencial e que vai colaborar para que o setor do agronegócio se fortaleça na economia da nossa região, porque quando se fala em desenvolvimento, precisa-se de mão de obra qualificada”, afirmou.

No entendimento do presidente da Faema, o curso técnico não servirá apenas o município de Imperatriz, mas atenderá à região tocantina como um todo. “Teremos  em pouco tempo profissionais bem gabaritados na gestão das propriedades. Muitos deles são filhos de produtores rurais e certamente darão continuidade com maior conhecimento e tecnologia, às suas áreas agrícolas,  depois de finalizarem o curso”, assegurou  Raimundo Coelho.

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação