Sesc promove roda de conversa “Ancestralidade e Saberes Tradicionais” no Identidade Brasilis

205

Evento será sexta-feira no Teatro Napoleão Everton 

A promoção e visibilidade da expressão artística-cultural dos povos indígena e negro estarão em debate no projeto Identidade Brasilis, promovido pelo Serviço Social do Comércio (Sesc) em todo o Brasil. O órgão integra o Sistema Confederação Nacional do Comércio (CNC).
No Maranhão, a programação inclui a roda de conversa  “Ancestralidade  e Saberes Tradicionais” acompanhada de pocket show de Djuena Tikuna, no próximo dia 05, a partir das 18h, no Teatro Napoleão Ewerton, na sede do Sistema Fecomércio, na Avenida dos Holandeses (Calhau).
O debate será mediado por Cidinalva Neris, professora-doutora e pesquisadora que integra a Associação Brasileira de Pesquisadores/as Negros/as (ABPN).
Participam da mesa Jô Brandão: yalorixa, ativista dos direitos de povos e comunidades tradicionais;  Djuena Tikuna: cantora do povo Tikuna e primeira jornalista indígena do Amazonas e   Babalawo Ogunjimi: sacerdote e médico tradicional em Okeigbo (Nigéria) com experiência no culto aos orixás e ao estudo e uso das folhas sagradas.

Sonora Brasil – Em outra iniciativa pela valorização da cultura brasileira, o Sesc promove o Sonora Brasil chega a sua 23ª edição. Devido à pandemia, esta etapa acontecerá no formato on-line.

O Maranhão apresentará a temática “Líricas Femininas – A presença da mulher na música brasileira” com o show das cantoras Flávia Bittencourt e Célia Sampaio no dia 7 de novembro, às 20 horas, no Youtube do Sesc Maranhão.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui