Sesi Folia 2023 marcou como o carnaval para a família maranhense

41

GIRO ECONÔMICO 

Retomada após dois anos, festa reuniu cerca de 4 mil pessoas 

Cerca de 4 mil pessoas participaram do Sesi Folia na unidade do Araçagi, no sábado de carnaval, dia 18. O público se divertiu na festa que teve início às 16h com as bandas Feijoada Completa, Vagabundos do Jegue, Bicho Terra,  Serrinha do Maranhão, grupo Filhos de Iáia e Adão Camilo.

Pensando nos pequenos foliões, o Serviço Social da Indústria (Sesi) dedicou o primeiro momento do evento às crianças ao som de músicas infantis em ritmo de carnaval embaladas pela banda Curumim Peralta. Houve ainda oficinas de pintura de pele e desfile de fantasias.

O superintendente do Sesi-MA, Diogo Lima, lembrou que esta é a primeira edição do carnaval do Sesi após a pandemia.

“Estamos de volta depois de dois anos. Nós fizemos um grande carnaval,o maior que nós já tivemos, com espaço instagramável, brinquedos infantis, praça de alimentação e atrações para todos os públicos. Nós temos uma preocupação que nossa festa seja democrática, que atenda a toda a família maranhense em um ambiente seguro, confortável, com muita diversão e respeito”.

Comércio fechado

O comércio lojista de São Luís e dos demais municípios da Ilha (Paço do Lumiar, Raposa e São José de Ribamar), agências bancárias, lotéricas e outros segmentos continuar sem funcionar nesta terça-feira (21), conforme acordo coletivo de trabalho, mas voltam a funcionar Quarta-Feira de Cinzas (22), a partir do meio-dia.

A regra não vale para segmentos considerados essenciais: supermercados, farmácias, postos de combustíveis, padarias, restaurantes etc, que podem funcionar normalmente nestes dias de folia.

Socorro a Mirador

O Ministério da Integração e do Desenvolvimento Regional (MIDR), por meio da Defesa Civil Nacional, autorizou o repasse de mais de R$ 23,3 milhões a 34 municípios atingidos por desastres naturais, dentre eles Mirador, no Maranhão, que recebeu recursos no montante de R$ 3,98 milhões que serão destinados  para reconstrução de casas destruídas por enchentes.

As portarias com a liberação dos recursos foram publicadas na edição de quinta-feira (16) do Diário Oficial da União (DOU).

Sem FPM

Vinte e cinco municípios brasileiros estão impedidos de receber o repasse do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), por causa de alguma irregularidade financeira, de acordo com dados da Secretaria do Tesouro Nacional, atualizados no último dia 17.

Está na lista, o Município de Cidelândia, no Maranhão.

Na visita a São Luís, sábado (18), o ministro de Portos e Aeroportos, Márcio França, foi recepcionado no Palácio dos Leões pela governadora interina, Iracema Vale, presidente da Assembleia Legislativa, com quem debateu melhorias para o transporte aéreo e marítimo no Maranhão

Custo das passagens

Sempre que há aumento de passagens de ônibus a maioria dos discursos, principalmente dos políticos, aponta o peso causado no bolso do trabalhador, que, convenhamos, não é pouco, mas esquece onde o impacto é maior: nas empresas que bancam vale-transporte. Pegando-se o valor da tarifa mais alta, R$ 4,20, com cada empregado o custo será de R$ 357,60 para quatro tickets em 26 dias (valor bruto é de R$ 436,80).

Já o trabalhador terá descontado no contracheque, R$ 79,20 (6%), quando estiver recebendo mínimo de R$ 1.320.

Cadeias produtivas

A Federação das Indústrias do Maranhão (Fiema) e a Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão (Fapema) deram inícios aos debates sobre criação de um edital que destine recursos financeiros para apoiar projetos de pesquisa científica, tecnológica e de inovação das cadeias produtivas mais relevantes para o Maranhão.

Também participam das escutas,  secretarias do Estado, Sebrae, universidades, Argep, Aged e Imesc, dentre outras instituições públicas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui