Sesi realiza em São Luís capacitação em robótica para alunos de suas escolas e técnicos

67

Alunos tiveram nota máxima na semana no MaraMaker 

O Serviço Social da Indústria (Sesi) reuniu alunos das 18 equipes de FLL das Escola Sesi de Imperatriz, Bacabal e São Luís para capacitação em robótica. O treinamento – que incluiu assuntos como programação, design, projeto de inovação e rounds de competição na mesa – é uma preparação para o Torneio Super Powered, que acontecerá na capital maranhense em fevereiro de 2023.

A expectativa é que a delegação do Maranhão conquiste vagas para as etapas nacional e para os opens e etapas internacionais da competição.

O superintendente do órgão, Diogo Lima, disse que a capacitação foi mais uma oportunidade para que os técnicos e competidores possam se aprimorar cada vez mais em seu processo de aprendizado e desenvolvimento em robótica.

“Ao longo do ano, os estudantes de toda a rede de ensino do Sesi no Maranhão terão outras capacitações em robótica na própria escola com profissionais que estão no mais alto nível de avaliação’, antecipou.

O Torneio de Robótica First Lego League Challenge (FLL), temporada Super Powered, é um programa internacional de exploração científica, projetado para fazer com que crianças e jovens se entusiasmem com ciência e tecnologia e adquiram habilidades valiosas de trabalho e de vida. Propõe que estudantes criem robôs feitos com peças de Lego.

MaraMaker – Ainda na semana passada, a escola Sesi São Luís foi destaque no MaraMaker, evento no qual obteve o 1º lugar em projeto de robótica. As Escuderias Spartacus, Ragnar e a equipe de Robótica Gipsy competiram no MaraMaker Steam TechCamp, promovido pelo Instituto Federal do Maranhão (IFMA).

O programa Steam TechCamp é aplicado pelo Laboratório de Sistemas Integráveis Tecnológico do IFMA Monte Castelo. O objetivo é ampliar e desenvolver os estudos Maker nas escolas do Maranhão. O Sesi levou para a competição Maker os trabalhos desenvolvidos no Espaço Maker pelo Programa F1 In Schools e Robótica.

Várias escolas de São Luís – municipais, estaduais e privadas – participaram do MaraMaker. As Escuderias que representaram a Escola SESI São Luís tiveram notas máximas em suas apresentações e trabalhos aplicados na disputa Steam, alçando o 1° Lugar no MaraMaker, que contou com a participação de mais de 40 escolas do Maranhão.

Almir Neto, coordenado do MaraMaker Steam TechCamp, explicou que nesta primeira edição do evento no campus Monte Castelo os alunos foram convidados a apresentar seus trabalhos em robótica, além de participar de cursos de impressão 3D e de robótica.

Giovana Galiardo, ex-competidora de robótica, disse enxergar muitas vantagens em ter participado de cursos na área. “Nós aprendemos a desenvolver projetos científicos, a nos comunicar em público e ajudar a comunidade’, destacou. Lara Rafaela, também ex-competidora, falou que a robótica mudou a vida dela. “A robótica abriu portas que eu jamais imaginei que pudessem ser abertas. Para mim a robótica é algo totalmente revolucionário que mudou a minha vida”, frisou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui