Setor de transporte aéreo prevê alta de 12% na oferta de voos no mês de junho

0
169

Companhias apresentaram resultados satisfatórios frente à queda no trimestre anterior 

O mês de junho deve ter um aumento de 12% na oferta de voos das empresas aéreas no Brasil. Essa é a expectativa do setor, que após uma série de quedas, teve uma alta que ultrapassa os 50% na disponibilidade de assentos e no total de passageiros em maio. Empresas como a Gol e a Latam tiveram alta de 60,4% e 59,2%, respectivamente, no número de viajantes voando pelas companhias. Já a Azul apresentou alta de 13,6% no mesmo período. Os índices foram divulgados nas últimas semanas pelas empresas.

Para o ministro do Turismo, Gilson Machado Neto, o percentual mostra que este é apenas o início de uma forte retomada. “Estamos com a expectativa de que os próximos meses sejam ainda melhores em todos os segmentos turísticos, principalmente com o avanço da vacinação. O turismo doméstico voltará com muito mais força e precisaremos de uma malha aérea que atenda a necessidade dos nossos turistas”, disse.

De acordo com dados da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), a média diária de decolagens para este mês deve ultrapassar as 1.300. O número é o maior dos últimos três meses. Desde o início da pandemia, o mês de janeiro de 2021 foi o que registrou o maior volume de partidas nos aeroportos do país: 1.798 no total. A Latam espera retomar 62% dos voos domésticos. A Azul já anunciou que irá operar 50 novas rotas durante a temporada de inverno. Já a Gol espera chegar a 159 rotas em operação até o fim do ano.

Turismo responsável – O Ministério do Turismo recomenda uma série de medidas para uma viagem segura, por meio do selo “Turismo Responsável”, iniciativa que estabelece boas práticas de biossegurança para 15 atividades do setor.

A iniciativa estabelece protocolos específicos para a prevenção da Covid-19 e busca auxiliar na retomada segura das atividades tanto para turistas quanto para trabalhadores.

O selo está disponível para meios de hospedagem, parques temáticos, restaurantes, cafeterias, bares, centros de convenções, feiras, exposições, guias de turismo, dentre outros e pode ser obtido de maneira rápida e segura pelo site.

Flexibilidade de voos – O presidente Jair Bolsonaro sancionou nesta sexta-feira (18.06) uma lei que autoriza a prorrogação em 12 meses de medidas emergenciais ao setor aéreo. Entre elas, está a maior flexibilidade, por parte dos viajantes, para a desistência de voos e outras ações que aliviam o fluxo de caixa das empresas do setor.

(MTur)

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação