Shopping centers preparam-se para reinício de suas atividades em São Luís na próxima segunda

0
720

Depois de noventa dias proibidos de funcionar, os shopping centers de São Luís preparam-se para reabertura de suas lojas a partir da próxima segunda-feira (15). Além de funcionarem em horário diferenciado, das 12h às 20h, esses centros comerciais terão de cumprir uma série de exigências com base nas normas sanitárias para controle do avanço da Covid-19.

Em São Luís, os shoppings poderão voltar a receber o público a partir dessa data em virtude das regras estabelecidas no último decreto estadual, de nº 35.831/20, que ampliou o leque de atividades comerciais permitidas durante o período de isolamento social no Maranhão.

O Rio Anil Shopping espera que o público vá ao shopping apenas para atender necessidades, por isto todos os assentos, cadeiras, bancos e lounges foram recolhidos, bem como as operações que oferecem lazer e entretenimento não poderão funcionar nesta primeira etapa.

“O Rio Anil é mais que um centro de compras, é um lugar que concentra diversos serviços hoje essenciais à vida das pessoas. Temos uma função social muito importante e, por isso, reabriremos as nossas portas com os cuidados redobrados. A prioridade é resguardar a vida e a saúde das pessoas. Faremos todo o possível para evitar qualquer tipo de aglomeração. O shopping é um espaço seguro. Mais do que nunca, precisaremos contar com a compreensão e a colaboração dos clientes nesta nova rotina de cuidados”, reforça Rafael Saldanha, superintendente do Rio Anil Shopping.

Acessos de clientes – Todos devem utilizar máscara de proteção facial, de acordo com determinação em decreto estadual. O mesmo vale para lojistas, comerciários e funcionários do shopping. Para melhor controlar o fluxo, bem como monitorar a entrada de clientes no shopping, somente três acessos serão liberados aos clientes: a portaria principal, na Avenida São Luís Rei de França; a portaria do subsolo próximo à loja Terra Zoo e ao Cartório; e a portaria do subsolo, na lateral da Casa Lotérica.

Todos os outros acessos estarão interditados, com estrutura gradeada e sinalização visual, indicando o acesso mais próximo. Apesar do bloqueio dessas entradas, todas as portas serão mantidas abertas, para assegurar maior ventilação dentro do shopping.

Estacionamento – No Rio Anil, os clientes que entrarem de carro ou moto pelo estacionamento não precisarão pressionar o botão das cancelas para liberação do ticket. Com auxílio de um sensor de presença, haverá acionamento automático para liberação dos tickets. Para garantir o correto distanciamento social, o número de vagas disponíveis no estacionamento também sofrerá redução. Também haverá comunicação visual orientando para que os clientes estacionem preventivamente em vagas separadas uma das outras.

Em cada uma das entradas liberadas para o acesso dos clientes, haverá tótens com informações sanitárias preventivas e álcool em gel para higienização das mãos. Seguranças do shopping farão aferição de temperatura dos clientes, com termômetros digitais a laser infravermelho, para evitar a exposição do público à doença.

Funcionamento das lojas – As lojas poderão funcionar também nas modalidades delivery (entrega) e drive-thru (retirada no local), para permitir que os clientes permaneçam no shopping pelo menor tempo possível.

Já as praças de alimentação permanecerão fechadas e os restaurantes apenas podem funcionar apenas nas modalidades delivery (entrega à domicílio) e drive-thru (retirada). Clientes contarão com pias de acionamento automático para higiene das mãos, posicionadas em cada uma das duas entradas da praça (uma em frente ao Giraffas e outra em frente ao McDonalds).

Os clientes não poderão contar com os bebedouros espalhados pelo shopping, pois todos serão desabilitados, por razões de segurança e proteção ao cliente. Por questões de segurança sanitária, neste primeiro momento, as operações de lazer e entretenimento permanecerão fechadas.

Nas escadas rolantes, os degraus das escadas foram sinalizados com a indicação de onde o cliente poderá pisar. A cada um degrau usado por uma pessoa na plataforma, outros três não poderão ser usados.  Já os elevadores serão reservados somente para pessoas com mobilidade reduzida ou deficiência.

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação