Times cearenses empatam suas partidas e mantêm-se afastados do rebaixamento

0
341

Internacional e Fortaleza ficaram no empate em 2 a 2, no Beira Rio, em Porto Alegre (RS), neste domingo. Osvaldo e Tinga colocaram o Tricolor em vantagem, enquanto Guerrero igualou o marcador para o Colorado em duas oportunidades. Já na Arena Castelão, em Fortaleza (CE), o Ceará conquistou um ponto importante na corrida contra o rebaixamento ao empatar em 1 a 1 com o São Paulo.

Logo aos sete minutos de bola rolando no Beira Rio, Romarinho saiu em velocidade e tocou para Osvaldo, que driblou a marcação e bateu sem chances de defesa: 1 a 0. Na marca dos 42, Guerrero levou a melhor na cobrança de escanteio. Pottker fez o lançamento e Uendel tocou de cabeça para o peruano completar para o fundo das redes: 1 a 1.

No segundo tempo, aos 26 minutos, Tinga recolocou o Fortaleza em vantagem. Gabriel Dias levantou a bola na área, Marcelo Lomba afastou o perigo e o lateral aproveitou o rebote para fazer 2 a 1. O empate do Inter veio novamente com Guerrero, aos 37 minutos, Guilherme Parede cobrou escanteio e o atacante subiu sozinho para deixar tudo igual mais uma vez. Nos minutos finais da partida, o tricolor teve ótima chance em cobrança de pênalti de Bruno Melo, mas Lomba salvou o Colorado.

O resultado manteve a equipe gaúcha na sétima posição, com 51 pontos. Já os cearenses têm 43 e ocupam a 12ª colocação.

Ceará arranca empate no fim diante do São Paulo
Ceará conseguiu empatar nos instantes finais da partida (Kely Pereira/AGIF)

Ceará – O duelo no Castelão demorou para engrenar. Mesmo jogando fora de casa, o São Paulo teve maior controle da posse de bola, mas criou pouco no ataque. Quando a partida parecia se encaminhar para o intervalo com o placar zerado, Vitor Bueno apareceu para o São Paulo. Em jogada bem trabalhada, Igor Gomes achou Juanfran, que tocou na medida para o meia empurrar para o fundo das redes: 1 a 0.

O confronto voltou para o segundo tempo em ritmo acelerado. Querendo o empate, o Vozão foi para cima. Samuel Xavier, Chico, Thiago Galhardo e Mateus Gonçalves assustaram a defesa tricolor. Demorou, mas pressão do time da casa surtiu efeito no último lance da partida. Mateus Gonçalves achou Felipe Baxola dentro da área, o meia bateu forte, a bola ainda desviou no meio do caminho e foi morrer dentro da meta: 1 a 1 e fim de jogo em Fortaleza.

(Com informações da CBF)

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação