Times paulistas têm altos e baixos na rodada: Corinthians vence, mas Palmeiras e Santos são derrotados

0
266
Palmeiras cai em campo, mesmo jogando em casa, onde foi surpreendido pelo Coritiba (Marcelo Zambrano/AGIF)

Santos e Palmeiras deixam escapar chance de entrar do G4 e Corinthians se afasta da zona de rebaixamentos

Após quatro partidas em jejum, o Coritiba foi ao Allianz Parque, em São Paulo (SP), nesta quarta-feira (14), fez boa exibição e bateu o Palmeiras por 3 a 1, em partida válida pelo Brasileirão. O Atlético de Goiás, por sua vez, conquistou mais três pontos na tabela de classificação do Brasileirão Assaí e o Corinthians venceu a primeira com técnico novo.

Com os resultados desses jogos, o Coritiba subiu para a 15ª posição, com 16 pontos; o Palmeiras aparece em sétimo, com 22; o Atlético de Goiás subiu para o nono lugar, com 21; o Santos é o sexto colocado, com 24; o Timão apatrece em 14º, com 18 pontos; e o Athletico é o 18º, somando 15 pontos.

No Allianz Parque, o Coritiba, partiu para cima e abriu logo 2 a 0. O primeiro, aos sete minutos, quando Yan Sasse recebeu pela direita e rolou para trás. Giovanni Augusto chegou cruzando e Robson, dentro da área, apareceu sozinho para finalizar. O mesmo Robson voltou a aprontar aos 23 minutos: o camisa 30 do Coxa recebeu na entrada da área, girou e mandou uma bomba na gaveta de Weverton.

Atrás, o Palmeiras diminuiu aos 37, depois que Patrick de Paula deu um lindo passe, de cavadinha, para Verão dominar no peito e mandar para o fundo das redes.

Na volta do intervalo, aos 19 minutos, Robson cruzou para a área e Giovanni Augusto completou de carrinho: 3 a 1. O terceiro gol da equipe visitante acabou freando a reação palmeirense. No fim, o Coritiba comemorou sua vitória de número quatro na competição.  

Na Arena da Baixada, Athletico e Corinthians duelaram pela 16ª rodada do Brasileirão Assaí
Corinthians encontrou o gol no apagar das luzes (Robson Mafro/AGIF)

Nos minutos finais – No jogo contra o Santos, a equipe goiana pressionou, mas inaugurou o marcador somente aos 22 do segundo tempo. Janderson iniciou o lance, fez fila e se livrou de cinco adversários antes de tocar para Chico, que mandou uma bomba no ângulo do gol defendido por João Paulo: 1 a 0, placar final.

Também no jogo Athletico e Corinthias, o gol saiu no segundo tempo. Aos 32 minutos, Bruno Méndez foi expulso ao acertar o braço no rosto de Renato Kayzer, deixando o Timão com um jogador a menos. Na pressão, Geuvânio arriscou chute de fora da área, aos 36, e tirou tinta da trave rubro-negra. E quando o duelo parecia terminar empatado sem gols, Everaldo recebeu passe em profundidade e fez o gol da vitória paulista.

(Com informações da CBF)

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação