Transações de veículos usados crescem mais de 5% no mês de outubro, segundo Fenabrave

0
66

Foram transacionados 1.461.894 veículos no mês

De acordo com dados da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), as vendas de veículos usados, considerando todos os segmentos automotivos somados (automóveis, comerciais leves, caminhões, ônibus, motocicletas, implementos rodoviários e outros veículos), apresentaram crescimento de 5,04%, em outubro, na comparação com o mês anterior.

No total, foram transacionadas 1.461.894 unidades, contra 1.391.730, em setembro. Na comparação com o mesmo mês do ano passado, quando foram negociadas 1.344.962 unidades, a alta foi de 8,69%.

Já no acumulado do ano, entre janeiro e outubro de 2020 (9.758.149 unidades), o mercado de veículos usados apresentou retração de 19,04%, na comparação com o mesmo período de 2019, quando foram comercializadas 12.052.769 unidades.

Automóveis e comerciais leves – Se considerado apenas o segmento de automóveis e comerciais leves usados, o crescimento na transação de usados foi de 6,35% (1.083.467 unidades) sobre setembro (1.018.758 unidades). No comparativo com outubro de 2019 (1.015.763 automóveis e comerciais leves vendidos), houve alta de 6,67%.

Contudo, no acumulado do ano (janeiro a outubro de 2020), quando foram transacionadas 7.200.443 unidades, o segmento apresentou retração de 20,64%, contra o mesmo período de 2019 (9.073.553 unidades).

Do total de automóveis e comerciais leves transacionados, os usados com 1 a 3 anos de fabricação representaram 14,33% do total negociado, no mês de outubro, e 13,04% no acumulado de 2020.

“O mercado de usados vem demonstrando ótima evolução nos últimos meses. A manutenção da taxa básica de juros, em um nível baixo, e o comportamento positivo com relação à inadimplência resultaram em uma melhor oferta de crédito, estimulando os consumidores, tanto para a compra de veículos novos como para usados” , comenta Alarico Assumpção Júnior, Presidente da Fenabrave.

Compartilhe
Aquiles Emir
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação