Transferido para a área do Itaqui-Bacanga o 1º Batalhão da Polícia Militar

0
1034

Foi inaugurada, nesta quinta-feira (1º), a nova sede do 1º Batalhão de Polícia Militar, na área Itaqui-Bacanga, próxima à praça do Bacanga, voltada para atender todos os bairros da região, que tem alto índice populacional e abriga o campus da Universidade Federal do Maranhão (UFMA).

O 1º Batalhão estava instalado, desde 1969, no Outeiro da Cruz, mesmo sendo responsável pela área onde agora está sediado.Em seu discurso, o governador Flavio Dino disse que a inauguração corrige um erro gerencial que havia e mais uma vez falou dos seus investimentos em segurança.

“Estamos conjugando medidas de ampliação da polícia, mais policiais, mais viaturas, mais armamentos, com medidas também de reorganização como esta que nós estamos aqui fazendo, para que nós possamos aliar ganhos de quantidade e ganhos de qualidade, e, com isso, nós possamos alcançar índices cada vez melhores de segurança pública”, pontuou o governador.

Segundo o secretário de Segurança, Jefferson Portela, a localização anterior desse batalhão representava um desastre histórico do ponto de vista da prestação de serviço imediato de segurança, agora corrigido.

“Uma distorção de décadas. E é mais uma ato administrativo da gestão de fortalecimento do sistema. Aqui será palco de execução, planejamento e de intervenção imediata da polícia militar, tanto para cidade universitária, quanto para todos os bairros da área sul da cidade”, explicou o secretário.

O prédio conta com setores administrativos, Arquivo, Auditório, Alojamento, Banheiros feminino e masculino, Cozinha e Pátio externo. Para o comandante geral da PMMA, Cel. Pereira, e o impacto com a chegada da corporação será rapidamente sentido na área do Itaqui-Bacanga. “O atendimento ao cidadão, a prevenção e a proximidade com a comunidade Itaqui-Bacanga aumentarão, o número de viaturas e polícias circulando aqui na áreas aumentarão, porque, obviamente, estão mais próximo. Então, é um ganho geral”, destacou o comandante.

Numa parceria com a Vale, em breve, seis unidades de segurança da polícia civil e militar serão instaladas na região para reforçar ainda mais a segurança para a população dos bairros e para os universitários. A professora Jamile Lobato dá aula de História e Arte numa escola na Vila Embratel e conhece de perto a necessidade de reforço da segurança. Agora, ela já comemora os avanços que chegam no local. “Eu acho de suma importância, porque a gente vê que o Governo do Estado está inteirado com o que comunidade precisa, prevenindo violências, assaltos e outras coisas”, defendeu a professora.

Compartilhe
Aquiles Emir
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação