Aeroporto de Imperatriz, no Maranhão, já recolheu mais de 100 objetos perdidos por passageiros entre os meses de abril e julho

0
312

De abril a julho foram 120 objetos perdidos no terminal da cidade 

A CCR Aeroportos, concessionária que administra o Aeroporto de Imperatriz, na tocantina maranhense, desde 09 de março deste ano, mantém um setor de Achados e Perdidos que ajuda os passageiros a reaverem objetos esquecidos no aeroporto. Entre os itens mais comuns esquecidos pelos passageiros estão: óculos, livros e documentos.

De abril a julho foram recolhidos 120 objetos perdidos no Aeroporto de Imperatriz. Para fazer a retirada do item, é preciso informar o máximo de características do objeto e, caso se comprove a veracidade, no momento da retirada, apresentar documentos pessoais para registro no formulário de devolução.

Os objetos ficam guardados no Aeroporto por um período de 90 (noventa) dias e o passageiro pode entrar em contato com a concessionária através do e-mail: perdidoseachados.imp@grupoccr.com.br ou pelo telefone 0800-727-4720.

Sobre a CCR Aeroportos – A CCR Aeroportos, Negócio do Grupo CCR, opera 20 aeroportos no mundo, firmando sua presença em quatro países e nove estados brasileiros. Com a recente expansão a empresa se consolidou como a maior operadora em número de aeroportos no Brasil.

Ao todo administra 17 aeroportos brasileiros: São Luís e Imperatriz, no Maranhão; Palmas, no Tocantins; Teresina, no Piauí; Petrolina, em Pernambuco; Goiânia, em Goiás; o Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, por meio da BH Airport, e o Aeroporto da Pampulha, em Minas Gerais; Curitiba, Bacacheri, Londrina e Foz do Iguaçu, no Paraná; Navegantes e Joinville, em Santa Catarina; e Pelotas, Uruguaiana e Bagé, no Rio Grande do Sul.

No exterior, a empresa opera os aeroportos de Juan Santamaria (Costa Rica), Quito (Equador) e Curaçao (Antilhas Holandesas). Em todas estas operações, a CCR Aeroportos movimenta cerca de 42 milhões de passageiros/ano. Portal CCR Aeroportos – https://www.ccraeroportos.com.br/

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação