UFMA lança capacitação profissional com o tema Atenção à saúde da pessoa com estomia

19

Finalidade é contribuir para funcionamento de órgãos internos

Definida como um procedimento cirúrgico que exterioriza parte do sistema respiratório, digestório e urinário, a estomia tem como principal finalidade contribuir para o funcionamento de órgãos internos afetados por traumas ou condições de saúde específicas e que necessitam dessa intervenção para retomarem a comunicação com o meio exterior.

Com o objetivo de contribuir na qualidade da assistência e nos serviços de habilitação e reabilitação direcionados aos pacientes com essa condição, a UFMA, instituição integrante da Rede UNA-SUS, abre inscrições para o curso Atenção à saúde da pessoa com estomia. As matrículas podem ser realizadas no site unasus.ufma.br e ficam disponíveis até 30 de março de 2023.  A capacitação é on-line, gratuita, certificada e com início imediato.

O especialista em Estomaterapia e professor-autor do curso, Juliano Teixeira Morais, explica que a pessoa com estomia pode passar por uma série de emoções e sentimentos relacionados ao tratamento, reabilitação e adaptação ao novo estilo de vida. “Assim, a assistência deve ocorrer de forma integral, considerando os aspectos biopsicossociais, fisiopatológicos, nutricionais, psicológicos e sociais da pessoa com estomia”, aponta o especialista.

Com carga horária de 30 horas, a capacitação aborda os conceitos, os tipos, a assistência à saúde, a promoção do autocuidado, os fatores biopsicossociais e a atuação da Rede de Atenção à Saúde da pessoa com estomia. Durante a sua jornada de estudos, o aluno terá acesso a diversos suportes educacionais, como: apresentação interativa, material em PDF, infográficos, e-book e questionário.

O público-alvo são profissionais que atuam no SUS, envolvidos na reabilitação da pessoa com deficiência, como: médicos, enfermeiros, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, fonoaudiólogos, psicólogos, assistentes sociais, nutricionistas, cirurgiões-dentistas e gestores dos serviços de reabilitação; além de profissionais de nível técnico, acadêmicos e demais interessados nas temáticas abordadas.

A oportunidade educacional é fruto da parceria entre o Ministério da Saúde, por intermédio da Coordenação Geral de Saúde da Pessoa com Deficiência (CGAPDC/DAET/SAS/MS), Universidade Federal do Maranhão, por meio da Diretoria de Tecnologias na Educação (DTED/UFMA), Universidade Aberta do SUS (UNA-SUS) e Grupo SAITE (CNPq/UFMA).

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui