Ulisses faz a diferença e garante vitória do Cordino sobre o Imperatriz

0
1399

Tudo para se encaminhar para a conquista do primeiro turno do Campeonato Maranhenses, pelo Imperatriz, mas faltando sete minutos para o encerramento da partida o Cordino surpreendeu e virou o jogo e levou o trofeu para Barra do Corda. Mais uma vez o nome do jogo foi Ulisses.

A partida estava 1 a 0 até aos 38 do segundo tempo e a torcida do Imperatriz, que lotou o Estádio Frei Epifânia d´Abadia, já fazia a festa, mas aos 39 o visitante empatou e aos 46, ou seja, já nos acréscimos, após muita confusão e questionamentos da arbitragem, Ulisses coloca um ponto final na partida.

O Cordino virou sobre o Imperatriz, garantiu o título do primeiro turno e já tem vaga garantida em duas competições interestaduais em 2018: Copa do Brasil e Copa do Nordeste.

Ulisses chegou a 70 gols com a camisa do Cordino e aos 10 gols no Estadual de 2017, onde fica cada vez mais isolado como artilheiro e, provavelmente, melhor jogador do Estadual.

Resultado de imagem para Cordino.ulisses
O favorito Imperatriz foi surpreendido pelo Cordino de Barra do Corda

O jogo – No primeiro tempo, com o Imperatriz dominou o Cordino, mas em 45 minutos de jogo, poucas oportunidades de gol, com destaque para o chute perigoso de Adauto e a bola no travessão de André Penalva em uma cobrança de falta.

A etapa final começou na mesma rotação do período inicial. A história começou a mudar quando Adauto soube aproveitar o espaço deixado por Bruno e esperar a saída de Eduardo Alves para abrir o placar para o Imperatriz. O 1 a 0 deixava os donos da casa muito próximos do título do turno, que seria merecido.

O Imperatriz fez o gol e quis esperar o tempo passar. O Cordino não tinha muitos recursos, apostava na bola cruzada e nos chutes de longe. Parecia fato a conquista do Cavalo de Aço. Parecia.

A entrada de Jocivan ajudou exatamente o Cordino nesses chutes de fora da área. O volante, que assim como Ulisses ajudou no acesso em 2010, obrigou Rodrigo Ramos a fazer uma boa defesa. Aos 39, a zaga do Imperatriz falhou, Ulisses ficou sozinho e cabeceou para o fundo do gol empatando o jogo.

A mesma falha da zaga ocorreu aos 46 minutos, Ulisses subiu, cabeceou embaixo das pernas de Rodrigo Ramos e virou o jogo. A arbitragem quase estragou a festa da Onça, mas não tinha o que fazer. Apesar dos incríveis 12 minutos de acréscimo, triunfo consolidado pelo Cordino e a inédita conquista do turno do Maranhense, quebrando um tabu diante do Imperatriz e com Ulisses chegando aos 70 gols na história da equipe de Barra do Corda.

(Com dados de Futebol Maranhão)

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação