Vacinação contra febre aftosa é prorrogada no Maranhão até 12 de dezembro

0
515

Foi prorrogada a data final da segunda etapa de vacinação contra a febre aftosa no Maranhão. Com a prorrogação, a aplicação de vacinas em bovinos e bubalinos de 0 a 2 anos, que deveria ser realizada até 30 de novembro, agora poderá ser executada sem penalidades ao criador até o dia 12 de dezembro.

O adiamento, autorizado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), atende a Portaria Nº 1.083, de 29 de novembro de 2017, da Agência Estadual de Defesa Agropecuária (AGED), órgão vinculado à Secretaria de Agricultura, Pecuária e Pesca (Sagrima).

A prorrogação também estende o período de comprovação da vacina para até o dia 26 de dezembro. Os produtores que quiserem continuar adimplentes devem procurar unidade da AGED do município na qual sua propriedade está cadastrada para fazer a comprovação.

O comparecimento obrigatório dos criadores na AGED, mesmo os que não possuem animais com idade até 24 meses, também foi prorrogado. Todos os criadores devem fazer o cadastramento do rebanho até o dia 26 de dezembro.

“Essa prorrogação possibilitará que o Estado alcance os resultados esperados, oportunizando também aos criadores a vacinação e a comprovação sem penalidades, dentro deste período, assegurando um rebanho livre de aftosa em todo o Maranhão”, frisou o presidente da AGED, Sebastião Anchieta.

Alteração – A segunda etapa de vacinação contra a febre aftosa no Maranhão aconteceu de forma diferenciada este ano. As vacinas são para apenas o rebanho bovino e bubalino de 0 a 2 anos, em atendimento a uma solicitação da AGED ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, que alterou no começo do ano o regime de vacinação contra febre aftosa no estado e nos outros oito que compõem a Região Nordeste.

(Secap)

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação