Vale apoia iniciativa de telemedicina que ampliará acesso de indígenas à saúde

0
94

Projeto desenvolvido pela Sesai 100% dos distritos sanitários 

Cerca de 755 mil indígenas, espalhados em seis mil aldeias pelo Brasil, terão mais facilidade de acesso a uma rede ampla de profissionais de saúde especializados. A novidade chega com a implantação da telemedicina, que viabilizará consultas à distância com especialistas de diversas áreas. Até julho, cada unidade dos 34 Distritos Sanitários Especiais Indígenas (DSEI) receberá um “kit de telessaúde” e terá equipes treinadas para auxiliar os indígenas a receberem o atendimento.

A Vale doará todos os aparelhos necessários (notebook, câmera e telequipamentos de exames, como eletrocardiógrafo, espirômetro, retinógrafo portátil, monitor multiparamétrico portátil) à Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai).

A iniciativa é uma das estratégias que busca melhorar a qualidade do atendimento e da atenção básica no Sistema Único da Saúde (SUS), integrando serviços e ensino por meio de ferramentas de tecnologias da informação.

Além de atuar no enfrentamento e prevenção da Covid-19, a telessaúde trará outros benefícios, como a redução de tempo e custo de atendimento, além de reduzir o deslocamento de pacientes e profissionais de saúde e contribuir com a melhoria na qualidade assistencial, ao possibilitar o acesso a especialistas por meio dos profissionais de saúde que atuam em áreas de difícil acesso.

“Essa parceria com a Sesai nos traz grande satisfação. A temática indígena é um dos pilares do nosso planejamento estratégico, que foca no etnodesenvolvimento, valorizando a preservação da memória cultural, no fortalecimento do protagonismo dessas populações e em programas sustentáveis como esse”, comenta Hugo Barreto, diretor de Sustentabilidade e Investimento Social Voluntário da Vale.

“A telemedicina já era um sonho antigo nosso e agora vai sair do papel. Sem esse recurso, a logística é muito mais complexa para que o indígena tenha acesso aos serviços mais especializados. Esses equipamentos com certeza trarão mais qualidade de vida aos indígenas”, ressalta Secretário Especial de Saúde Indígena do Ministério da Saúde, Robson Santos da Silva.

Desde o início da pandemia, em março do ano passado, a Vale está comprometida em intensificar o apoio aos povos indígenas e outras comunidades tradicionais (pescadores e quilombolas) onde está inserida, apoiando os povos indígenas principalmente nas áreas onde atua – Pará, Maranhão, Espírito Santo e Rio de Janeiro. Nossa atuação é pautada pelo respeito aos direitos dessas populações. Conheça mais aqui: http://www.vale.com/esg/pt/Paginas/PovosIndigenasComunidadesTradicionais.aspx

(Foto ilustrativa do Instituto Sócio Ambiental)

Compartilhe
Aquiles Emir
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação