Valencia derrota Barcelona e conquista título de campeão da Copa do Rei

0
576

O Valencia surpreendeu ao vencer, neste sábado (25), o Barcelona por 2 x 1, e conquistar a Copa do Rei pela oitava vez na sua história. O jogo foi realizado na cidade de Sevilha e resultado frustrou o quinto título consecutivo do time catalão.

Os dois gols da Valencia foram marcados ainda no primeiro tempo, quando demonstrou maior volume de jogo e organização em campo. Gameiro e Rodrigo marcaram para o campeão, enquanto Messi descontou na etapa final.

Primeiro tempo – Ainda no início da partida, o Barcelona tomou um susto. Aos quatro minutos, após erro de Lenglet, Rodrigo recuperou, driblou Cillessen e rolou para o gol, mas Piqué salvou em cima da linha.

A insistência do Valencia foi premiada aos 20 minutos, quando Gayá recebeu lançamento de Gabriel Paulista e rolou para Gameiro, que cortou a defesa e bateu firme para abrir o placar.

O segundo do Valencia saiu 12 minutos depois. Soler recebeu em profundidade, evitou Alba e cruzou forte na área. Rodrigo apareceu para desviar e fazer o segundo. O Barça tentou reagir, mas Domenéch apareceu bem em duas oportunidades para segurar o 2 x 0.

Segundo tempo – Messi quase recolocou o Barça no jogo aos 10 minutos do segundo tempo. Após tabela com Malcom, ele invadiu a área costurando a defesa do Valencia e bateu com estilo, mas a bola parou na trave.

Messi conseguiu marcar aos 27. Após escanteio, Lenglet subiu bem de cabeça, mas o goleiro Domenéch fez ótima defesa, no rebote, Messi só escorou para diminuir a vantagem do Valencia.

Marcelino García Toral comemora a conquista do primeiro título como treinador

O Valencia passou a controlar mais o jogo, fortaleceu o sistema defensivo e apostou nos contra-ataques para fazer o tempo correr e garantir a vitória e o título.

Nos minutos finais, o Valencia teve duas chances claras de gol, mas que foram pedidas de maneira surpreendete. Guedes perdeu um gol cara a cara com o goleiro, e aí o Barça foi com tudo para o ataque e Domenéch salvou o Valencia, quando todos os jogadores do Barcelona estavam no ataque. A segunda chance saiu quando o goleiro Cillessen, no desespera, foi ao ataque para tentar aproveitar uma cobrança de escanteio. Guedes, com o gol vazio, fora, longe do alvo.

(Com informações do onefutebol e imagens do Valencia)

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação